A política desportiva maiata e a Cidade Europeia do Desporto

Em 2014 a Maia é “Cidade Europeia do Desporto”. Hoje, pelas 21 horas, no Complexo de Ténis da Maia, decorre a cerimónia de abertura deste ano marcante para a cidade e para o concelho.
Trata-se de um reconhecimento justíssimo relativamente ao trabalho levado a cabo pelos cidadãos maiatos, pelos desportistas maiatos e pelos políticos maiatos. É um reconhecimento sobre a mais-valia e os resultados de uma política desportiva voltada para a formação e para o desenvolvimento integral do cidadão. É o reconhecimento de uma estratégia que entende o desporto como uma dimensão decisiva para o incremento dos níveis de bem-estar e de qualidade de vida de uma comunidade.
Nesta altura de regozijo e onde o orgulho em ser maiato se exponencia, uma vez mais, é da maior justiça recordar o trabalho e o arrojo político de José Vieira de Carvalho, que implementou no concelho esta filosofia vanguardista para a política desportiva. Relevar, também, o papel do atual Presidente da Câmara Municipal da Maia, Eng.º Bragança Fernandes, Vereador do Desporto em anteriores mandatos, que sempre deu continuidade a esta política de fomento desportivo. Hernâni Ribeiro, atual Vereador com o Pelouro do Desporto, pelo trabalho que tem feito até hoje e, pelo que ainda tem pela frente, merece o reconhecimento público e o apoio dos cidadãos maiatos.
É evidente que, todas estas iniciativas políticas não teriam sucesso sem o papel fulcral desempenhado pelas associações e coletividades ligadas ao fenómeno desportivo, nas mais diversas modalidades, desde os dirigentes associativos, aos atletas, passando pelos associados e por todos os colaboradores, a maioria voluntários. Este é, também, e principalmente, o reconhecimento do sucesso do seu trabalho diário.
Depois de nas décadas de 80 e 90 do século passado se ter feito um grande esforço na construção de infraestruturas desportivas, disseminadas pelo concelho, essas infraestruturas humanizaram-se e, representam, hoje, diariamente, para cerca de 13 mil pessoas, de todas as idades, um espaço de trabalho, de formação ou de lazer. São momentos onde se concretizam os seis pilares em que assenta a Maia – Cidade Europeia do Desporto 2014 – atividade física; saúde; competição; fair-play; educação e comunidade.
Estes seis pilares resumem, efetivamente, a ideologia base da política desportiva maiata. É, assim, simultaneamente, uma política de juventude, uma política de educação, uma política de saúde, uma política de promoção da qualidade de vida e do envelhecimento ativo (recorde-se que a Maia, em 2013, foi considerada Cidade Amiga das Pessoas Idosas) e, também, uma política de desenvolvimento económico e social e de afirmação de um território, por todas as oportunidades criadas em torno do fenómeno desportivo.
Vamos, por isto e muito mais, viver e sentir este ano de 2014 de uma forma muito especial!
Maia – Cidade Europeia do Desporto 2014. We feel!

Real, Moreira da Maia, 8 de fevereiro de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *