Tunel_Aguas_Santas

Alargamento da A4 entre Ermesinde e Águas Santas avança no final do ano

Os trabalhos para o alargamento do sublanço da autoestrada A4 Águas Santas/Ermesinde, que implicará a construção de um novo túnel, deverão avançar para o terreno no último trimestre do ano, anunciou hoje a Brisa.

Com um tráfego médio diário que ultrapassa os 60 mil veículos, aquele sublanço da A4 (Porto/Amarante) que tem duas vias em cada sentido enfrenta estrangulamentos constantes na zona de acesso ao túnel de Águas Santas.

De acordo Manuel Lamego, da comissão diretiva da Brisa, face à impossibilidade de alargamento do túnel de Águas Santas, será construído um novo.

A empreitada, cuja adjudicação da conceção/construção está feita, vai duplicar a capacidade daquele sublanço, passando de duas para quatro vias em cada sentido.

“A construção do novo túnel, que é a obra mais complexa na empreitada, não vai afetar a circulação” naquela zona da A4, garantiu Manuel Lamego aos jornalistas, à margem de uma conferência de imprensa sobre o alargamento e beneficiação da autoestrada A1, entre Carvalhos e Santo Ovídio.

Sobre a empreitada de alargamento de duas para três vias no sublanço Carvalhos/Santo Ovídeo (Gaia), que arranca até ao fim do mês e apenas deverá terminar em maio de 2016, Manuel Lamego referiu que o tráfego médio diário naquele troço é superior a 46 mil veículos.

Com esta obra, orçada em 23,1 milhões de euros, aquele sublanço ficará já com largura suficiente para que, no futuro, possa ser alargado para quatro vias.

A empreitada implica demolir cinco passagens inferiores e construir outras tantas novas, que passarão a ter maiores dimensões verticais e horizontais, bem como passeios para peões.

Serão também colocadas 5.596 metros de barreiras acústicas e construídos 14 muros de suporte de terras, numa extensão total de quase dois quilómetros.

A Brisa adiantou que serão mantidas duas vias por sentido durante o dia, sendo que os cortes de vias apenas ocorrerão à noite (22:00/07:00).

Manuel Lamego referiu ainda que vai iniciar-se nas “próximas semanas” a beneficiação do pavimento no sublanço da A4 Valongo/Campo, numa extensão de cinco quilómetros, representando um investimento de 2,1 milhões de euros.

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *