Avião aterra de emergência no Aeroporto do Porto

Pelo menos 12 corporações de bombeiros foram chamadas ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, na sequência de uma aterragem de emergência de um avião da companhia Thomas Cook.

A aeronave, um Airbus A321, comunicou problemas técnicos, depois de receber um aviso de incêndio no trem de aterragem. O voo TCX1267 fez um pedido de aterragem de emrgência, que foi aceite pelo aeroporto imediatamente. Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, o pedido de auxílio deveu-se à aproximação à pista de um avião com “fumo a bordo”.Seguiu-se o procedimento normal e vários meios de socorro foram chamados ao local.

O avião seguia de Las Palmas, em Espanha, com destino a East Midlands, no Reino Unido, com 199 passageiros a bordo. Todos os ocupantes desembarcaram em segurança, depois do evião ter conseguido aterrar sem complicações. O grande aparato de corporações dos bombeiros fez temer um grande incêndio na pista, o que não se verificou. O alerta registado pelo CDOS às 17:32 foi feito pela Central de Socorros do Aeroporto, mas cerca das 18:40 a ocorrência estava em fase de “desmobilização”, depois de a aterragem ter “decorrido com normalidade”.

No local estiveram 29 homens e 12 viaturas das corporações de S. Mamede de Infesta, Leixões, Matosinhos-Leça, Leça do Balio, Vila do Conde, Trofa, Portuenses do Porto, Moreira da Maia e Paredes. A página de acompanhamento de voos FlightRadar aponta que o destino do voo era East Midlands, no Reino Unido, e confirma o “desvio” para o Porto. Por seu lado, o ‘site’ do aeroporto de East Midlands remetia para as 19:30 a divulgação de mais informações sobre o voo.

A agência Lusa tentou obter mais esclarecimentos junto da ANA, mas até ao momento não foi possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *