Avião com cunho maiato voa pela 1ªvez

O avião KC-390, o novo e o maior avião desenvolvido até agora pela brasileira Embraer e com participação da engenharia portuguesa, fez nesta terça-feira o seu primeiro voo, na cidade de Gavião Peixoto, no estado de São Paulo. A operação do jacto de transporte militar e reabastecimento em voo durou cerca de uma hora e 25 minutos e foi concluída com sucesso, segundo anunciou a Embraer em comunicado.

Os pilotos de teste e os engenheiros de ensaios em voo realizaram a avaliação de qualidades de voo e de desempenho do aparelho. Três das aerostruturas do avião do terceiro maior construtor aeronáutico do mundo  –  sponson (carnagem e portas do trem de aterragem), o leme de profundidade e a fuselagem central – foram desenvolvidas pelo centro português de engenharia e inovação CEIIA.

Neste projecto, o maior da história da indústria portuguesa de aeronáutica, o CEIIA empregou mais de 250 mil horas de engenharia e mais de 120 engenheiros a trabalhar a partir de Portugal.

O CEIIA, instalado no Parque de Ciência e Tecnologia da Maia,  foi responsável pela engenharia de desenvolvimento, designadamente pelas actividades de design, stress, testes e apoio à certificação das referidas três aeroestruturas.

A actividade do CEIIA tem estado orientada para o desenvolvimento de produtos e sistemas nas indústrias da mobilidade, aeronáutica e offshore, sendo neste momento a da aeronáutica a de maior visibilidade. Tem neste momento unidades de I&D em Portugal e no Brasil.

FONTE: publico.pt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *