Caminho de Santiago está a crescer dois dígitos ao ano - Notícias Maia

Notícias Maia

Caminho de Santiago está a crescer dois dígitos ao ano

Partilhas

O Caminho Português da Costa assinala um crescimento de dois dígitos ao ano. Especialistas nacionais e estrangeiros debatem estratégias para consolidar Caminho Português da Costa, nos dias 1 e 2 de junho, no Grande Auditório do Fórum da Maia.

O Grupo de 10 Municípios que dinamiza o projeto “Caminho Português da Costa” organiza, na sexta-feira e no sábado, o Congresso internacional “Caminhos de Santiago e o seu Impacto no Turismo do Norte de Portugal e Galiza”.

Investigadores, académicos e profissionais debatem, durante dois dias, estratégias para potenciar o Caminho Português da Costa, através da valorização do património turístico, cultural e religioso.

Este congresso marca o culminar de um trabalho de dois anos dos 10 municípios que integram o Caminho Português da Costa e que pretendem o reconhecimento oficial deste Caminho como Itinerário Cultural Europeu de Peregrinação e, mais tarde, como Património Cultural da UNESCO.

O Caminho Português da Costa tem sofrido, desde 2016, um crescimento assinalável, com uma taxa de crescimento entre 2016 e 2017 de 64,4% e entre 2017 e 2018 de 86%. A valorização do caminho surge através de uma candidatura ao programa Norte 2020, no total foram investidos 2 milhões de euros. A criação de centros de acolhimento, albergues para peregrinos e uma sinalética e identidade gráfica comuns a dez municípios do Norte de Portugal são algumas novidades do Caminho Português da Costa.

O projeto prevê também identificar, através de uma aplicação, os diversos conteúdos do Caminho Português da Costa, desde os elementos culturais e religiosos, passando pelos elementos paisagísticos naturais e gastronómicos, ou até mesmo os serviços básicos para realizar a peregrinação até Santiago de Compostela.

Este congresso conta com a presença de oradores como Carlos Costa, Professor Catedrático e Diretor do departamento de economia, gestão, engenharia industrial e turismo da Universidade de Aveiro, Rafael Sánchez Bargiel, Diretor Xerente da S.A de Xestíon do Plan Xacobeo, xunta de Galicia “Importância Turística do Caminho” e Clémence Payrot, Diretora do Office de Tourisme Cahors Vallée Du Lot “Valorisation Touristique Du Chemin de Saint Jacques à Cahors”.

COMENTE

Newsletter

E-mail
Top