52a4a3592486029b204bac69c2f56be3

Chilenos que fugiram da prisão terão realizado assaltos na Maia

O grupo de chilenos que se evadiu da cadeia de Caxias é o mesmo que é suspeito de ter realizado assaltos na Maia. Como o Notícias Maia informou, um grupo tinha assaltado a casa de Fernando Póvoas na noite de Natal e foi dias depois capturado pelas autoridades, tendo ficado em prisão preventiva no estabelecimento prisional de Caxias. Os suspeitos ocupavam uma cela no rés-do-chão e há fortes rumores de que as torres de vigia estariam desativadas, versão que é negada pela DGRSP. Os homens terão cerrado as grades da cela com a ajuda de um fio metálico e estaria uma viatura a aguardar nas imediações da prisão.

Este grupo altamente organizado, que se julga com ligações a uma rede mafiosa chilena, estava a monte e foi novamente capturado no aeroporto de Madrid. A rede mafiosa chilena tem dezenas de elementos a atuar em Portugal e estará a oferecer até meio milhão de euros a quem ajudar os detidos a fugir. Um dos elementos capturados em Madrid, terá sido libertado por falta de mandado de detenção internacional.

Segundo a Associação Sindical de Chefias do Corpo da Guarda Prisional, o governo tem vindo a ignorar défice de 1200 guardas nas cadeias portuguesas.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *