Coligação PS/JPP entregou listas no Tribunal da Maia

A coligação PS/JPP, com o nome “Um Novo Começo. Maia 2017”, entregou ontem durante a tarde, as listas com os candidatos à Câmara Municipal, à Assembleia Municipal e às Assembleias de Freguesia. Carlos Teixeira é candidato como cabeça de lista da Assembleia Municipal e Albina Vieira de Carvalho viúva do Prof José Vieira de Carvalho e mãe do candidato, vai como candidata suplente à Câmara.

Já são assim conhecidos os nomes que a coligação PS/JPP apresenta como candidatos à Câmara Municipal:

1 – Francisco Vieira de Carvalho
2 – Sandra Vasconcelos Lameiras
3 – Andrade Ferreira
4 – Jaime Pinho
5 – Paula Romão
6 – António Ramalho
7 – Helena Pedroso
8 – Cândida Vilares
9 – João Paulo Martins
10 – Cláudia Sousa Martins
11 – Sandra Machado

Francisco Vieira de Carvalho declarou que “as pessoas foram selecionadas pela sua competência profissional, habilitações académicas e currículo cívico. A esses pressupostos juntou-se um notável espírito de cooperação entre os partidos da coligação, o que é de enaltecer. Acredito, profundamente, que vamos sair vencedores no dia 1 de Outubro com uma maioria assinalável, pois só assim poderemos colocar em prática, de forma inequívoca, o nosso ambicioso, inovador e sustentável projeto para a Maia, no qual as pessoas estarão sempre em primeiro lugar”.
A lista à Câmara tem de resto, uma relação inédita entre homens (10) e mulheres (12).

Como cabeça de lista à Assembleia Municipal, está indigitado Carlos Teixeira, que foi presidente da Junta de Freguesia da Maia, pelo PSD, durante mais de 30 anos. “É uma honra e um orgulho continuar a servir a nossa Maia”, referiu Carlos Teixeira, a propósito deste seu regresso como candidato numas eleições do poder local.

O deputado do PS, João Torres, que é mandatário da candidatura, afirmou que é para ele “uma honra poder testemunhar a entrega das listas autárquicas da nossa à Câmara, Assembleia Municipal e a cada uma das Juntas de Freguesia”. Afirmou ainda estar “absolutamente convicto da vitória no próximo dia 1 de Outubro e, mais importante ainda, da qualidade do projeto político e dos rostos que vão protagonizar para a Maia um novo começo, de afirmação, de progresso e de desenvolvimento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *