Dá duas facadas a amigo em café de Águas Santas

Foram momentos de terror aqueles que se viveram anteontem à noite no café Chalon, na rua de Ardegães, em Águas Santas, na Maia. De faca em punho, Anatol Pashchuk, ucraniano de 53 anos, golpeou um amigo no pescoço e num braço após uma discussão na esplanada. A perder sangue, a vítima refugiou-se no interior do estabelecimento. Em pânico, os 20 clientes trancaram-se no espaço. Descontrolado, o agressor bateu com a faca ensanguentada nos vidros e ameaçou entrar à força. Acabou detido pela PSP e o amigo, da mesma nacionalidade, foi hospitalizado.

“Começaram a discutir de um momento para o outro. De repente um deles entrou cheio de sangue aqui no café. A minha mulher trancou a porta. Ficou toda a gente assustada. Até os meus filhos, de dois e 11 anos, que aqui estavam”, disse o responsável pelo café.

A vítima, Vasyl Shymonyak, de 47 anos, deu entrada no Hospital de S. João, no Porto, pouco depois das 22h00 e teve alta ao início da tarde de ontem. “A médica disse-me que se fosse mais um milímetro que ele me tinha matado”, contou Vasyl, que trabalha em Portugal há 15 anos e desde essa altura vive na mesma casa com o agressor.

A facada só não atingiu a veia jugular porque a vítima trazia a mala a tiracolo. “Cortou-me a alça da mala. Tive muita sorte”, frisou.

O agressor foi detido pela PSP e notificado para ir a tribunal amanhã – continuando a viver na mesma habitação da vítima. “Ele disse-me que bebeu e que não se lembra de nada. É a segunda vez que me tenta matar”.

Fonte: cmjornal.xl.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *