Desportivo de Barca moderniza clube com divisão de eSports - Notícias Maia

Notícias Maia

Desportivo de Barca moderniza clube com divisão de eSports

Partilhas

O Desportivo de Barca FC tem uma divisão de desportos eletrónicos. O Notícias Maia foi saber o que isto é. 

Fundado em 1945, o Desportivo de Barca FC é uma associação desportiva sem fins lucrativos, sediada em Barca, Castêlo da Maia, mais precisamente no Monte de Santa Cruz. Durante a sua existência sobressai fundamentalmente a contínua participação no campeonato distrital de futebol 11 em seniores, contando com equipas de formação e de veteranos, tendo desenvolvido a sua atividade em torno do futebol e do futsal. O histórico clube do Castêlo da Maia, agora sob a presidência de Daniel Monteiro, foi além das quatro linhas e jogou uma nova carta na aproximação às gerações mais jovens. Fomos saber quem são estes atletas virtuais e o que faz esta nova divisão do clube que joga FIFA.

Notícias Maia: Como surgiu esta divisão de desportos eletrónicos?

Daniel Monteiro: Tendo reatado a sua atividade recentemente, o Desportivo de Barca FC aposta numa modernização do clube e numa forte presença no mundo virtual, sobretudo nas redes sociais. É também uma forma de aproximar o clube das gerações mais novas.

Desta presença no mundo cibernético, o clube travou contactos com “Coliva8”, um jogador/treinador já integrado nas ligas virtuais. Este jovem viveu parte da sua infância em Barca, tendo também raízes familiares ligadas do clube, designadamente o seu avô que foi sempre muito ligado ao Desportivo de Barca. Com diversos contactos de outros jogadores, com quem já participava nas ligas virtuais, sem qualquer contrato oficial ou ligação a um clube real, foi possível estabelecer uma parceria, levando o nome do Desportivo de Barca FC para este mundo virtual conhecido como “Pro Clubs”, uma atividade em ascensão.

Notícias Maia: Quem faz parte desta equipa?

Daniel Monteiro: Os integrantes desta equipa são jogadores virtuais com idades que variam dos 16 aos 39 anos. Temos jogadores tanto em Portugal como em Inglaterra, Bélgica e Alemanha. São todos imigrantes, todos portugueses, com exceção de 1 brasileiro.

Tudo funciona como no futebol real, pois há treinos táticas e jogadas estudadas. A grande diferença é que cada um está na sua casa com o seu microfone e a sua PlayStation.

Notícias Maia: Quais os objetivos competitivos?

Daniel Monteiro: O mundo virtual permite uma maior equidade entre as equipas participantes, minimizando diferenças entre grandes e pequenos, como se constata no mundo real. Os nossos objetivos são claros: vencer as provas em que o clube se inscrever. Temos uma equipa muito motivada e experiente nas ligas virtuais, permitindo-nos ambicionar a vitória.

O Desportivo de Barca FC encontra-se neste momento a participar no campeonato VPG, com 14 jogos e 14 vitórias e apenas 4 golos sofridos. Estamos também já inscritos na competição oficial da Federação Portuguesa de Futebol, tendo a ambição de lutar pela conquista da Taça de Portugal.

Pese embora ainda não esteja em fase de planeamento, existe a intenção de abrir a participação do Desportivo de Barca a outros jogos virtuais.

Notícias Maia: Como reagiram os adeptos de Barca ?

Daniel Monteiro: A entrada neste mundo gerou imensa curiosidade na massa associativa, quer pelo facto de ser algo que o público em geral desconhecia, quer pela facilidade com que os sócios e simpatizantes conseguem acompanhar a sua equipa, visualizando os jogos através do Youtube e verificando a sua evolução através das redes sociais.

Com maior naturalidade, os mais jovens têm mostrado grande curiosidade e procuraram acompanhar todos os momentos da equipa, sendo conversa frequente na sede. Os mais velhos, apesar de se esperar maior resistência a este mundo novo, têm revelado uma espantosa adaptação, revelando grande interesse nesta nova atividade do seu clube do coração.

É um fator de modernidade que gera efeitos positivos nos adeptos. Além disso, os resultados muito positivos têm conquistado os sócios que naturalmente ficam muito contentes com as conquistas do clube.

Notícias Maia: São o único clube tradicional maiato a competir nos “eSports” ?

Daniel Monteiro: Neste momento, sem prejuízo da sua existência, não temos conhecimento de outro clube da Maia que tenha uma divisão eSports.

COMENTE

Newsletter

E-mail
Top