Detida no trabalho e levada a tribunal por erro de identidade - Notícias Maia

Notícias Maia

Detida no trabalho e levada a tribunal por erro de identidade

Partilhas

Uma mulher de 30 anos foi detida pela GNR e levada a comparecer a julgamento no Tribunal da Maia, porque os seus dados pessoais foram colocados num cartão de cidadão falsificado.

Em causa estava um julgamento de um acidente rodoviário ocorrido em março passado. Os militares da GNR munidos de mandado judicial, levaram Cristiana Rocha do seu local de trabalho, um restaurante. Só mais tarde foi provado que uma das condutoras envolvidas no acidente, falsificou os dados do cartão de cidadão, conta o Jornal de Notícias.

Cristina Rocha chegou a ser presente à juíza que a terá confrontado sobre o acidente. A situação ficou totalmente esclarecida quando o militar da GNR que tomou conta da ocorrência na altura do acidente, confirmou que a mulher não era a que tinha estado envolvida e feito o teste de alcoolemia.

A juíza terá pedido desculpas e mandado embora Cristina Rocha. Foi apresentada queixa contra desconhecidos por uso abusivo do nome.

COMENTE

Newsletter

E-mail
Top