Notícias Maia

Francisco Vieira de Carvalho não concede derrota

Partilhas

Coligação Um Novo Começo reagiu hoje publicamente ao resultado eleitoral do passado dia 1 de outubro, considerando que o ato pode ter sido manchado por “fraude eleitoral”.

Em comunicado a Coligação “Um Novo Começo” tomou posição sobre as eleições autárquicas  apenas agora, porque “essas eleições foram marcadas por inúmeras irregularidades, que começaram a ser observadas no dia do escrutínio, repetindo-se nessa mesma noite e nos dias seguintes”.

Elenca que “apenas no dia 2, pelas 14 horas, foram anunciados os resultados finais das eleições autárquicas na Maia, sem que até hoje tivesse sido dada qualquer explicação para este atraso”.

Considera ainda que as alegadas irregularidades, estão “plasmadas na ata da Assembleia Geral de Apuramento, bem como os factos testemunhados por diversos agentes eleitorais”, pese embora a Assembleia Geral de Apuramento, ter considerado o ato eleitoral válido.

A coligação PS/JPP considerou ainda que o “resultado final compete a todos, sem exceção, respeitar e aceitar”, afirmando que “a vontade dos Maiatos será para nós um desígnio que defenderemos até às últimas instâncias”.

Não conhece o Notícias Maia a reação da coligação ao acórdão do Tribunal Constitucional, apesar de na mesma nota, o PS/JPP afirmar que “cabe agora à Justiça ser célere na decisão e, na sequência da mesma, aplicar mão dura a quem infringiu leis e normas”.

COMENTE

Partilhas
Top