Notícias Maia

Greve no Metro leva a redução de horários

Partilhas

A greve dos trabalhadores da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF), segundo fonte sindical em declarações ao JN, está a permitir a circulação de apenas metade das 72 viaturas existentes.

“Os metros vão saindo de linha conforme as avarias e depois chegam às oficinas e não têm ninguém para fazer a manutenção”, explicou um dirigente sindical.

Contactada pela agência Lusa, fonte oficial da Metro do Porto confirmou que a greve na EMEF “tem provocado impacto na operação” da empresa, mas disse que, “em termos de capacidade, tem sido possível responder à procura”.

Nas estações de metro, uma gravação informa os passageiros que atualmente está em curso “uma redução de horários”, durante o mês de Abril.

COMENTE

Partilhas

Newsletter

E-mail
Top