Jesualdo, Leonardo Jardim e Manuel Machado debateram futebol na Maia

O III Fórum de Treinadores de Futebol/Futsal, que, até esta terça-feira, decorre na Maia, abriu com o painel “1 para 1”, em que Alexandre Afonso, jornalista Antena 1, esteve frente a Jesualdo Ferreira. O ex-técnico do Braga, sempre bem disposto, foi falando à plateia sobre a liderança e o papel do treinador no futebol profissional. Jesualdo defende que o treinador “deixou de ser o homem que chega de manhã, fala e treina, agora trabalha muitas áreas”.

A perda de autonomia por parte do treinador foi destacada no segundo painel do dia, por Manuel Machado, treinador do CD Nacional, que explicou que “existem quatro dimensões determinantes: desporto, jogo, espetáculo e negócio, e estas duas últimas influenciam o trabalho do treinador e não podem ser controláveis por ele”.

O segundo painel do dia contou com a presença do professor Júlio Garganta, da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP), de Manuel Machado, treinador do CD Nacional e ainda de Leonardo Jardim, técnico do Sporting CP. Manuel Machado, que esteve no painel ao lado de Jardim, criticou o calendário do campeonato português, falando de uma “competição desajustada” e explicou que, à exceção feita a Benfica, Porto e Sporting, todos os outros clubes têm pouco ritmo competitivo.

Na parte da tarde, o Fórum prosseguiu com dois treinos, um de futebol dado por Rui Vitória, treinador do Vitória de Guimarães, e outro de futsal orientado por Venancio Lopez, selecionador espanhol da modalidade, e com mais conferências com Rui Quinta, treinador adjunto de Vitor Pereira, aquando da passagem pelo FC Porto, e André Teixeira, ex-treinador da equipa do Modicus Sandim, atualmente na 1.ª Divisão do Campeonato Nacional de Futsal.

Fonte: jpn.c2com.up.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *