Notícias Maia

Maia nos lugares cimeiros em furto de veículos e património

Partilhas

Apesar de números abaixo da média no total, o município aparece nos lugares cimeiros tanto em furto de veículos, como em crimes contra o património. Apenas Porto e Matosinhos apresentam índices mais elevados. No geral, aparece em quinto lugar, empatado com Vila Nova de Gaia, com menos de metade da taxa de criminalidade total do Porto.

Dados recentemente publicados pelo INE, respeitantes à taxa de criminalidade, mostram que a Maia atinge valores geralmente inferiores à média dos concelhos que compõem a Área Metropolitana, estando, no entanto, em terceiro lugar no furto de e em veículos e em crimes contra o património.

Município Taxa de criminalidade (‰)
Porto 16.6
Matosinhos 6.5
Maia 6.3
Vila Nova de Gaia 5.7
Vila do Conde 5.4
Média AMP 6.0

Furto de veículo e em veículo motorizado

 

Município Taxa de criminalidade (‰)
Porto 43.4
Matosinhos 20.0
Maia 18.8
Espinho 17.7
Vila Nova de Gaia 17.7
Média AMP 18.2

Crimes contra o património

 

O município do Porto assume destacado a indesejada liderança do ranking, com taxas de crime preocupantemente mais elevadas que todos os seus vizinhos. Aqui, as taxas de crime ultrapassam por vezes o dobro da média da Área Metropolitana. Portugal teve um aumento de 3,3% na criminalidade participada, em 2017, de acordo com os dados presentes no Relatório Anual de Segurança Interna (RASI).

Município Taxa de criminalidade (‰)
Porto 72.0
Espinho 36.3
Matosinhos 33.9
São João da Madeira 30.0
Maia 29.7
Vila Nova de Gaia 29.7
Média AMP 32.5

Total de crimes

Os totais publicados pelo INE, que reportam ao ano de 2017, contemplam os dados da Polícia Judiciária (PJ), da Polícia de Segurança Pública (PSP), da Guarda Nacional Republicana (GNR), da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), da Polícia Municipal (PM), da Polícia Marítima (PM), da Polícia Judiciária Militar (PJM), do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e incluem crimes de localização desconhecida ou não classificável, registados por entidades que operam a nível nacional – Polícia Judiciária (PJ), Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), Direções Distritais de Finanças (DDF), Direção de Serviços Antifraude (DSAF), Polícia de Segurança Pública (PSP), Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), Unidade Especial de Polícia, Guarda Nacional Republicana (GNR), Comandos Territoriais, Unidade Nacional de Trânsito, Unidade de Segurança e Honras de Estado, Unidade de Intervenção, Unidade de Contr olo Costeiro e Unidade de Ação Fiscal da Guarda Nacional Republicana (GNR).

COMENTE

Partilhas

Newsletter

E-mail
Top