Nem a chuva travou enchente nas Festas do Castêlo da Maia

Quim Barreiros é sinónimo de bailarico, acordeões e metáforas para maiores de idade mas acima de tudo significa muita animação e boa disposição para todas as idades. Foram milhares os que alegremente se deslocaram ontem às Festas do Castêlo da Maia para ouvir este inigualável símbolo da cultura popular Portuguesa, sendo que nem a chuva ligeira que por vezes se fez sentir conseguiu afastar a multidão concentrada junto à Quinta da Gruta. No final do concerto formou-se uma longa fila de fãs e curiosos para tirar fotografias com o músico que pacientemente atendeu a todos os pedidos, tendo ainda tempo para dar alguns autógrafos.

As celebrações prosseguem hoje, com bandas Rock na abertura do II Festival Motard, no Parque de Avioso e a atuação do conjunto musical Olhos D’Agua junto à Quinta da Gruta. No sábado será vez de subir ao palco Ruth Marlene. Já domingo, Zé Amaro e a sua banda serão a atração principal.

Até ao próximo dia 6 de setembro será ainda possível visitar as dezenas de barraquinhas abertas no monte de Santo Ovídio, com comida, bebida e artesanato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *