Olga Freire conseguiu aprovar mapa de pessoal

Olga Freire conseguiu aprovar o mapa de pessoal, abrindo-se uma janela de oportunidade para os trabalhadores da Junta de Freguesia.

Os trabalhadores em situação precária poderão ver a sua situação resolvida depois do mapa de pessoal ter sido aprovado em Assembleia de Freguesia. Estes colaboradores da Junta de Freguesia da Cidade da Maia estão há vários anos como precários, tendo esta situação sido herdada pelo atual executivo. Desde 2013 que a oposição (PS/BE/CDU/MMM), tem votado contra o mapa de pessoal, com as pessoas que prestam serviço na freguesia, que o executivo tem apresentado.

Apesar do braço de ferro que a oposição tem feito, na primeira Assembleia de Freguesia de 2017, no passado 27 de abril, perante um auditório repleto, em que o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) marcou presença assim como uma grande quantidade de trabalhadores da Junta de Freguesia, a bancada da oposição cedeu e pediu o adiamento da votação. De recordar que o representante do STAL e a bancada da coligação PSD/CDS através do deputado Aloisio Nogueira, apelaram à consciência dos deputados da assembleia, dada a responsabilidade do que se estava a votar.

A segunda parte da Assembleia de Freguesia ocorreu a 8 de maio e o referido ponto mereceu votação favorável por parte da coligação PSD/CDS e abstenção por parte de todos os deputados  da oposição. Uma vitória para Olga Freire que conseguiu assim aprovar o mapa de pessoal, sendo agora possível ao executivo corrigir a precariedade em que alguns trabalhadores se encontram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *