Olga Freire melhora resultado de há quatro anos na Cidade da Maia

Um dos resultados mais esperados da noite eleitoral das autárquicas 2017 no concelho da Maia, era o da eleição de Presidente de Junta de Freguesia da Cidade da Maia.

O Partido Socialista aliado ao Juntos Pelo Povo, apostou num histórico da antiga freguesia de Gueifães, Alberto Monteiro e para número dois e muniu-se com outro histórico, mas do PSD, Carlos Teixeira, que liderou a extinta Junta de Freguesia da Maia durante décadas e tinha visto dias antes das eleições, o Ministério Público a arquivar um processo por difamação, que o autarca levantou à atual presidente. O grande objetivo era vencer a maior freguesia do concelho, que foi nos últimos quatro anos liderada pela coligação “Sempre pela Maia”.

Olga Freire, que fez história em 2013 ao ser a primeira mulher eleita para presidente de Junta de Freguesia na Maia, governou com uma Assembleia de Freguesia dominada em maioria pela oposição, voltou a vencer, melhorando o resultado de há quatro anos, mas ainda assim, insuficiente para atingir a maioria absoluta. A votação dividiu-se entre 9 mandatos para a coligação PSD/CDS, 8 mandatos para a coligação PS/JPP e 1 mandato para cada, Bloco de Esquerda e Partido Comunista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *