Notícias Maia

Projeto de reabilitação da Praça 5 de Outubro no Castêlo

Partilhas

Câmara Municipal da Maia anunciou a reabilitação da Praça 5 de Outubro, que vai permitir alojar serviços públicos adicionais, comércio, serviços, entre outros, por forma a estimular e revitalizar o crescimento da dinâmica social, económica e vivência urbana do local.

Foi apresentado o projeto de revitalização da “antiga ” centralidade do Castêlo da Maia – Núcleo Urbano do Castêlo. Com esta recuperação da Praça e zona envolvente, a Câmara da Maia pretende valorizar o espaço público, criando as condições adequadas à reabilitação do edificado local.  A intervenção contempla o nivelamento do arruamento e a criação de espaços para modos suaves, privilegiando o peão, a colocação de novo mobiliário urbano, iluminação LED de última geração e a manutenção da capacidade do estacionamento, com a construção de um parque de estacionamento na zona envolvente. A área que compõe a nova Praça 5 de Outubro, tal como a sua envolvente, irá ser dotada de capacidade intermodal, em ligação com os transportes públicos. Na EN14, será aumentada a área de passeios e serão criadas zonas de passadeiras niveladas.

O projeto compreende cinco grandes objetivos:

  1. Aumentar o contributo para a dinamização de eventos culturais e educativos, tratando-se do principal ponto de contato entre vários equipamentos e a via pública, apresenta-se como a sua extensão física para o exterior, prevendo-se criar as condições necessárias ao exercício dessa função;
  2. Promoção da qualidade de vida da população, através da devolução do espaço público ao peão, privilegiando os modos suaves, estimulando a interação direta entre o edificado e o espaço público contíguo, por forma a beneficiar o aparecimento de novas vivências salutares para a dinamização do local;
  3. Promoção da qualidade ambiental, urbanística e paisagística do local, através do seu resgate ao automóvel e sua afetação, predominantemente, aos modos suaves, conferindo condições de conforto e segurança, com a inclusão de arborização, espaços de estadia, iluminação eficiente, entre outros, contribuindo significativamente para a redução ou eliminação de poluição atmosférica e sonora provocada pela mobilidade motorizada;
  4. Melhorar as condições de convivência com a Estrada Nacional n.º14, requisitando espaço à faixa de rodagem para a aplicar na beneficiação de passeios, em conjunto com o recurso a outras medidas para a acalmia de tráfego;
  5. Garantir as condições para o acolhimento do designado “Espaço do Cidadão”, implementando o reforço de serviços públicos;

 

COMENTE

Partilhas
Top