Projeto de resolução da variante à EN14 na Assembleia da República a 7 de Janeiro

A Assembleia da República discute a 07 de janeiro um projeto de resolução, apresentado por deputados do PSD, que recomenda ao Governo a execução da variante à Estrada Nacional 14, entre os concelhos de Famalicão, Trofa e Maia.

No mês de outubro, em Famalicão, e segundo um comunicado da Câmara local, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou que o Governo “já tem uma solução” para resolver o congestionamento de trânsito naquela estrada.

Os subscritores do projeto de resolução a discutir a 07 de janeiro referem que aquela é “uma obra prioritária, dado o seu caráter absolutamente decisivo para o elevado índice industrial situado a norte da área Metropolitana do Porto e na área sul do Vale do Ave”.

Lembram que o projeto base da variante está concluído e aprovado desde o final de 2011, mas sublinham que é “admissível” que o mesmo possa ser retificado, por forma a obter-se uma redução do seu custo, face à situação de “graves dificuldades” que o país atravessa.

A variante prevista implicaria um investimento estimado em 20 milhões de euros.

Numa visita a Famalicão, em outubro, o primeiro-ministro admitiu que “não há dinheiro” para realizar a variante tal como ela estava prevista, mas sublinhou que o Governo “já tem uma solução” para resolver o congestionamento de trânsito na Estrada Nacional 14.

Segundo um comunicado da Câmara de Famalicão, Passos Coelho reconheceu que aquele constrangimento rodoviário “está assinalado há muitos anos e precisa de ser resolvido”, e afirmou que seria apresentada uma solução “muito em breve”, no quadro dos fundos europeus.

A EN14 é a via de acessos às zonas industriais de Famalicão, Trofa e da Maia, onde pontificam empresas com forte vocação exportadora.

A estrada é atravessada diariamente por cerca de 30 mil veículos, nomeadamente pesados, sendo os estrangulamentos uma constante.

Segundo o projeto de resolução do PSD, há mesmo empresas que equacionam a deslocalização para outros concelhos, caso o problema de trânsito não seja resolvido.

Na segunda-feira, o PCP e o PS também anunciaram, em separado, a entrega de projetos de recomendação que visam a criação de uma via alternativa à Estrada Nacional 14.

Fonte: portocanal.sapo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *