cropped-16234912

PS 2 – Portugal 0

Pior do que a Albânia, só mesmo o Partido Socialista.

Os Antónios começaram ontem a lavar a roupa, mas só lá para dia 28 é que fica pronta a empreitada. Foram 1,4 milhões as pessoas que aguentaram ver o episódio piloto daquilo que promete ser a Nova Aldeia da Roupa Branca. Seguro confrontou Costa com posições de 2011, entretanto convenientemente esquecidas, e acusou-o de “traição”. Por seu lado, Costa evitou compromissos para o futuro, dizendo ser cedo para falar sobre impostos. Como disse o Tozé: “Isto não se faz.”

António Costa, que tanto critica o Governo, afirmou “Há compromissos que o PS assumiu e que eu faço meus, como o de baixar o IVA da restauração. Mais do que isso acho que é imprudente.” Mas então este governo não andava a roubar jovens, trabalhadores e pensionistas? Já não se prometem chuvas de dinheiro como antigamente?

Antes ainda, António Costa deu um exemplo do trabalho que desenvolveu no Partido: “Eu empenhei-me nas europeias, desejei que houvesse um bom resultado! Até há uma selfie!” Portanto, Portuguesas e Portugueses, vamos trabalhar … mas primeiro, deixem-me tirar uma selfie…

Por fim, para quem se esqueceu que Costa era o número dois do Zé Sócrates, fica a cereja no topo, proferida por António Costa: “Eu critiquei várias vezes o anterior Governo socialista. Um dos erros que foi cometido, por exemplo: o PS utilizou a maioria absoluta como auto-suficiência e não aproveitou para dinamizar o diálogo político”. Claramente Sócrates fez tudo sozinho… talvez Costa estivesse a tirar uma selfie durante todo o tempo.

Como um António nunca vem só, Seguro também falou… e (im)pressionou. Frases como: “Esta crise é uma enorme irresponsabilidade e um sinal negativo que se dá aos portugueses, que não esperam que política seja um jogo de cadeiras, de ambições pessoais” e “Há três anos é que era um imperativo de consciência, quando o nosso partido ficou com 28%. Nessa altura era tua obrigação – mais, era teu dever porque eras nº2 do partido – teres avançado” levaram os Portugueses às lágrimas.

Seguro vestiu a pele de Passos Coelho e acrescentou: “Eu não negociei o memorando. Mas cumpri-o. Tu eras o número dois da direcção no PS e nunca te ouvi nada contra o memorando”.

Com António Costa já no chão, a pedir um tempo técnico, Seguro sem piedade finalizou: “”Já reparaste no que conseguiste com a tua atitude?”

Escusado será dizer que todo o Coliseu se emocionou, baixando o polegar para Costa.

Hoje há mais um episódio, desta feita na SIC.

João Carlos Loureiro

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *