sample

Saiba o que é a legionella e que cuidados deve ter

O que é ?

É uma bactéria do género Legionella, sendo a espécie mais patogénica a Legionella pneumophila. Manifesta-se por uma pneumonia quando um indivíduo mais suscetível inala ou aspira aerossóis que as contenham. Os sintomas incluem febre alta, arrepios, dores de cabeça e dores musculares. Em pouco tempo aparece tosse seca e, por vezes, dificuldade respiratória, podendo nalguns casos desenvolver-se diarreia e/ou vómitos. O doente pode ainda ficar confuso ou mesmo entrar em situações de delírio.

A bactéria encontra-se em ambientes aquáticos naturais (como lagos e rios), mas também pode colonizar os sistemas artificiais de abastecimento de água. O agente da infeção encontra-se preferencialmente na água quente sanitária, nos sistemas de ar condicionado (como nas torres de arrefecimento, nos condensadores de evaporação e nos humidificadores) ou em fontes decorativas.

A bactéria tem sido isolada nas redes de abastecimento de água, onde, aliás, pode sobreviver longos meses. Os pontos de maior disseminação de aerossóis (gotículas de água) são as torneiras de água quente e fria e os chuveiros.

Como se transmite ?

A infeção transmite-se por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água (aerossóis) contaminadas com bactérias. A Legionella não se transmite de pessoa a pessoa, nem pela ingestão de água contaminada. As gotículas contaminadas podem ser libertadas através do duche, por exemplo, e do ar vindo dos aparelhos de ar condicionado.

Análises feitas pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge feitas entre 2000 e 2006 permitiram observar que existe uma maior incidência nos meses de fevereiro, março, outubro e novembro.

Quais os sintomas ?

Dificuldades respiratórias, tosse, febre; os mesmos de uma pneumonia. O período de incubação pode variar entre dois e dez dias, sendo mais frequente a sua manifestação cinco ou seis dias depois de inaladas bactérias presentes em gotículas de água. A doença é confirmada através de testes de laboratório que identificam a sua presença.

Quais são os grupos e os fatores de risco ?

Fumadores, pessoas com doenças respiratórias, indivíduos com idade superior a 50 anos. Fatores de risco são também doenças debilitantes e / ou com compromisso do sistema imunitário tais como alcoolismo, diabetes, cancro ou insuficiência renal. Afeta duas ou três vezes mais homens que mulheres.

Como se trata ?

O tratamento através é feito através do uso de antibióticos. Não existe uma vacina. Os infetados podem ter de ser internados para cuidados intensivos, sendo que a pneumonia é a manifestação mais forte da infeção. Pode, em casos mais graves, levar à morte.

Pode beber ou utilizar água ?

As pessoas não devem ter receio de beber ou cozinhar com água da torneira. A infeção só acontece de forma verdadeiramente especial, através da inalação de gotículas de água contaminadas, pelos aerossóis. “Vapor de água” não é a mesma coisa que aerossóis pois estes implicam a existência de pressão.

Quais os meios de prevenção ?

De forma geral, em zonas ou épocas com propagação da bactéria, é recomendado mergulhar os telefones dos chuveiros numa solução de água com lixívia durante cerca de 30 minutos uma vez por semana, não frequentar spas, jacúzi, hidromassagens enquanto a fonte do problema não for detetada, não tomar duche e preferir o banho de imersão e nos termoacumuladores, a água deve estar regulada para temperaturas acima dos 75º C.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *