Trabalhadores da Prégaia, na Maia, impedem saída de camiões exigindo salários

Trabalhadores da Prégaia – Prefabricados estão hoje concentrados à porta da empresa, na Maia, a impedir a saída de camiões com bens da empresa até que seja garantido o pagamento dos salários em atraso, disse à Lusa fonte sindical.

“Os cerca de 50 trabalhadores estão aqui à porta e não vão sair, porque têm salários em atraso, alguns quatro meses, e não vão deixar que os bens da empresa saiam das instalações para serem vendidos”, explicou Albano Ribeiro, presidente do Sindicato da Construção do Norte.

Segundo o sindicalista, a Prégaia, “que se afirmou ao longo de décadas como sendo a melhor empresa na prefabricação de betão, não cumpre com os seus compromissos para com os trabalhadores e agora o administrador tem dois camiões carregados de materiais que quer tirar da empresa para vender”.

Fonte: visao.sapo.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *