DSCN1522 copy

Um fotógrafo maiato

1.- floriano pinho gonçalves. mais conhecido por pinho gonçalves. foi presidente da junta de freguesia de vila nova da telha. agora é presidente da assembleia de freguesia da mesma freguesia. trabalhou muitos anos na tap. na tap de bandeira portuguesa. não naquela agora vendida. como se fossem as argolas das orelhas ou alianças de casamento. tem muito orgulho em ter trabalhado no aeroporto de pedras rubras. era assim que se chamava. e ainda é assim que se conhece. pinho gonçalves está há uma dezena de anos reformado. quando ainda era presidente da junta costumava-o ver de bicicleta. logo pela manhã a pedalar. ia dar a volta pela sua freguesia. era o fiscal. dava por um buraco e mandava logo arranjar. uma vez alguém decidiu cavar um buraco à porta de minha casa. não dei por ela. quando cheguei do meu trabalho pinho gonçalves informou-me de tal. já estava tapado. era assim para todos. pertenceu ao partido socialista. e é socialista. mas o seu partido não quis que ele concorresse às eleições para a junta. concorreu como independente e o povo deu-lhe a confiança toda. geriu enquanto a lei permitiu a junta de freguesia.

2.- agora pinho gonçalves já não é presidente. serve a freguesia que escolheu para viver de outro modo. na assembleia. mas também toca cavaquinho. e bem. além disso é fotógrafo. amador claro está. mas amador porque faz do que gosta e não ganha dinheiro por tal. só por isso amador. noutro dia uma exposição na magnífica sala da junta. edifício construído nos seus mandatos enquanto presidente. e que acarinhou. exposição de fotografia. onde colocou as lindas fotografias que dia a dia vai tirando. namora pela segunda vez. agora com as suas fotografias. a quem dá amor e carinho. não que a sua esposa o não acompanhe. são dois namoros afinal. agarrou com afinco a arte de fotografar. re-formou a sua vida novamente. sim. já era reformado mas estava na junta. agora é cavaquinho e fotografia. re-formar quer dizer dar nova forma à vida. é o que ele fez. deu uma nova forma à vida.

3.- se sou seu amigo. sou. encontramo-nos aqui no face. e admiro a sua arte de fotógrafo. encontramo-nos também quase todos os domingos na missa em vila nova da telha. na igreja matriz. por isso o que digo sobre as suas fotografias possui interesse meu. é esta a declaração de interesses que convém fazer. nas suas fotos existe uma característica evidente. é a luz. mesmo à noite existe luz. isso é admirável. porque se torna um raro prazer receber a luz. ele fotografa e publica. eu reconstruo e vejo luz. a sua beleza é transversal na cor. na magia. na colocação do angulo. e isso dá prazer. faz com que transpareça para o leitor da arte a co-criação.

4.- a luz caraterística vincada no fotógrafo pinho gonçalves faz dele também luz. não sei porque. mas faz. agora publica no face as suas fotos. tiradas no parque de quires. parque porque tanto lutou. e conseguiu. as plantas. as flores. os arbustos. tudo o que fotografa é dádiva de luz. noutro dia admirei uma foto. tirada da ribeira do porto. de noite. apanhava o angulo ribeirinho. sulcava a ponte d. luís e atingia o mosteiro da serra do pilar. os nossos olhos eram atingidos pela luz. essa luz que pinho gonçalves cria em cada arte de fotografar. nada aparece escuro. mesmo de noite. a luz irradia como o sol estrelar. o artista que faz da noite luz é ele mesmo luz. projeta aos outros essa luz. as fotografias do artista pinho gonçalves revelam esse gosto pela luz. pelo carater. adivinha-se a necessidade de transmitir aos outros luz. e nas suas flores. ou nas suas pedras fotografadas que falam. ou na barra do douro. ou na sua foz. ou nas suas visitas por portugal. com letra maiúscula. ou na sua terra vale de cambra. penso que foi aí que nasceu. depois foi vila nova da telha. as fotografias de pinho gonçalves bem merecem ser mostradas às populações. e porque não exposição nas salas do município. a luz aí também é necessária.

Joaquim Armindo
Doutorando em Ecologia e Saúde Ambiental
Mestre em Gestão da Qualidade
Diácono da Diocese do Porto

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *