Notícias Maia

Uma espécie de contentamento descontente…!!!

Partilhas

O Mundo em geral, mas a Europa em particular tem sido afectados por uma espécie de dilúvios de todas as frentes. É o dilúvio económico que oprime os fracos, é o dilúvio social, que acentua as diferenças socioeconómicas, e o dilúvio das oportunidades, que vai triando e minguando cada vez mais as oportunidades que cada um tem de se ver representado-na sociedade em que vivemos.

Mas no meio de tanto dilúvio há sempre uma pomba qualquer que avista terra, e que consegue trazer no bico um raminho de oliveira para nos dar a esperança que nos acalenta e aquece.

Esse ramo de oliveira recente traduziu-se por boas, embora ainda escassas, noticias. O deficit vai finalmente ficar aquém do esperado. Significa isto dizer que o heroísmo de todos os portugueses, para já não foi em vão. Significa isto que há terra há vista, bem loné certo, mas visível… Significa isto que podemos esperançar com convicção que vamos ultapassar as dificuldades.

Do meu ponto de vista, o executivo e bem, resfreou os ânimos. Afinal de contas, ainda temos cerca de 5% (estimados) de dívida do PIB. Ora, não sendo eu economista, isto signidica que o estado ainda gasta mais do que aquilo que todos os Portugueses produzem.

Não terá chegado a hora de inverter  as estratégias económicas? Não terá chegado a hora de aquilo que os economistas chamam de inverter o ciclo?

Se calhar sim, mas acredito que do ponto de vista macro (económico e social), seja complicado avistar essas mudanças negativas.

O desemprego continua com taxas elevadas, tendo a sua taxa descido sobretudo ao desaparecimento de desempregados de longa duração e da emigração (dados retirados do IFP). Mas isto não significa nada de negativo, antes pelo contrário, significa que o tuga manteve-se fiel ao seu estatuto de desenrascado e … desenrascou-se.

Com tudo isto vamos perder massa critica? Claro que vamos… Vamos perder alguns dos nossos valores? Claro que vamos. Espero, isso sim, que não tenhamos perdido a capaidade de aprender com os nossos principais erros, e que tal se traduza em correcção de atitudes, na correcção de pessoas, e sobretudo numa classe politica assente em valores éticos e deontológicos assentes na moral, na responsabilização e na politica da meritocracia.

Por tudo isto parece que é gerado em nós uma espécie de um contentamento descontente com baixa expressão, mas que se traduz numa esperança que nos acalenta.

Que os números se mantenham sempre no bom caminho, e que se mantenha a coragem da atitude reformista e não reformatória do nosso país.

 

 

 Ricardo Filipe Oliveira

Médico

Mestre Eng. Biomédica (FEUP)

Lic. Neurofisiologia (UP)

 

Não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico.

COMENTE

Pedro Miguel Carvalho

Pedro Miguel Sousa Carvalho, nasceu a 22 de Maio de 1989, no município da Maia, Distrito do Porto. Desde cedo demonstrou o gosto pela escrita, pela política e pelo serviço em prol dos outros. Durante o seu percurso educativo, foi suplente do representante dos alunos no Conselho-Geral e Coordenador da Comissão de Alunos de Apoio ao Ensino Recorrente Nocutrno na Escola Secundária da Maia. Exerceu também funções como Conselheiro Municipal da Juventude como representante da Escola Dramática e Musical de Milheirós, instituição onde teve aulas de Formação Musical,Piano, Guitarra, Canto, Orquestra e Teatro. Fez parte de várias direcções de campanha, nomeadamente em 2006 na campanha presidencial do Professor Aníbal Cavaco Silva, e nas últimas autárquicas na Maia. É actualmente Vice-Presidente e Coordenador do Gabinete de Formação e do Gabinete de Estudos de Assuntos Sócio-Económicos da Comissão Política Concelhia da Maia da Juventude Social Democrata. É tabmém Conselhero Regional do Porto da mesma juventude partidária. Foi aluno da 10ª edição da Universidade de Verão, organizada anualmente pela Juventude Social Democrata em parceria com Partido Social Democrata, Partido Popular Europeu e Instituto Francisco Sá Carneiro. Desde 2011 é cronista fixo do Jornal Maia Hoje. Em 2013, integrou o núcleo fixo do blog "Psicolaranja"


Partilhas
Top