Universidades de Verão

Para os caros leitores que têm andado mais atentos, terão reparado que estão a decorrer as Universidades de Verão do PSD e do PS.

Para aqueles que dizem que os partidos são todos iguais, esta é uma das alturas em que as diferenças são perfeitamente notórias.

Em Castelo de Vide, quartel-general da Universidade de Verão do PSD, durante uma semana, 100 jovens escutam individualidades como António Barreto, Pedro Reis, Pedro Santana Lopes etc., sendo que até ouvirão num dos jantares António Correia de Campos, ex-ministro do Partido Socialista.

Em Évora, onde decorre a Universidade Sénio, perdão, a Universidade de Verão do Partido Socialista o cenário é bem diferente.  Apenas personalidades ligadas ideologicamente ao PS dão as aulas, com o objetivo de “aqui se vão lançar pontes para a próxima Convenção Nacional “Novo Rumo””, conforme pode ser lido na Newsletter enviada aos militantes.

Mas, tenho de dar a mão à palmatória. No ano passado, o PS convidou um ilustre funcionário das Nações Unidas. Ups!, afinal não, era um embuste.

Aqui se vê a diferença. Em Castelo de Vide o PSD opta por formar cidadãos, políticos ou não. Em Évora o PS opta por formar quadros para o partido e preparar o seu próprio futuro.

É por estas e por outras que estou certo do meu caminho.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *