Partilhas

O protocolo de geminação foi assinado no Dia de Portugal, a 10 de junho, nos Açores.

A freguesia Cidade da Maia, no concelho da Maia, e a freguesia da Maia, no concelho da Ribeira Grande, Açores, assinaram um Protocolo de Geminação para aproximar os territórios e estreitar laços históricos e de amizade. A assinatura do protocolo aconteceu no passado dia 10 de junho, nos Açores.


As duas freguesias têm laços históricos comuns e querem agora desenvolver iniciativas de âmbito cultural, educacional e económico que as aproximem. O objetivo é intensificar o relacionamento e o intercâmbio entre as duas comunidades: a Cidade da Maia, urbana e com cerca de 40 mil habitantes, e a Maia, rural com cerca de 2 mil residentes.

Não se conhecem ainda medidas e ações em concreto mas o próximo encontro entre as duas freguesias já está marcado. Em declarações à RTP, Olga Freire, presidente da Junta de Freguesia da Cidade da Maia, afirmou que vai convidar o autarca da Maia para visitar a Cidade da Maia nas festas do concelho, a 12 de julho.

Numa publicação partilhada nas redes sociais da Junta de Freguesia Cidade da Maia, lê-se que se pretende “estimular e apoiar atividades e projetos de pesquisa, profissionais e interculturais, de interesse comum para as populações que servem”.

Jaime Rita, presidente da Junta de Freguesia da Maia, nos Açores, explicou que “a semente já está lançada” e que espera que o processo dê “frutos”. O autarca açoriano reconhece que a Cidade da Maia é uma zona “extremamente rica e super desenvolvida” e que a aproximação será muito benéfica.

As ligações das duas terras remontam ao séc. XV, no tempo do povoamento da freguesia açoriana por gente oriunda das Terras da Maia do Norte do Portugal. Segundo informação da freguesia da Maia, nos Açores, “o nome Maia deve-se à sua fundadora, Inês da Maia, fidalga que se estabeleceu nos finais do séc. XV”.

Nesse sentido, a Junta de Freguesia Cidade da Maia criou a figura simbólica “Inês da Maia”, que entregou ao autarca açoriano no fim da sessão oficial.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.