Partilhas

O produto será vendido apenas com receita médica e deverá custar cerca de 150€ para cada embalagem de 15 gramas.

A canábis medicinal deverá chegar às farmácias já em abril. Dois anos depois de aprovada a lei que permite a venda deste tipo de produto em estabelecimentos farmacêuticos, o início da comercialização da primeira modalidade aprovada pelo Infarmed está apontado para abril, escreve o Jornal de Notícias.

Cozinca

Aprovada a 1 de fevereiro, a primeira substância à base desta planta, esta pertence à marca Tilray, que tem instalações em Cantanhede.

Entre os detalhes desta nova substância, o JN diz que será comercializada a “flor seca com THC” e que os doentes a quem for prescrita deverão consumi-la através de vaporização. Será vendida em sacos de 15 gramas e custará cerca de 150 euros.

Portugal torna-se assim o 16.º país europeu a autorizar a venda dos produtos da Tilray. Aquando da aprovação a empresa canadiana referiu, em comunicado, que “a aprovação do Infarmed confirma os padrões de segurança e qualidade da produção certificada das boas práticas de fabrico [GMP na sigla em inglês] da Tilray”.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.