Partilhas

Caos em Beirute. Hospitais estão destruídos ou demasiado cheios para receber feridos, a Cruz Vermelha pede doações de sangue para vítimas, as Forças Armadas patrulham as ruas de Beirute, a cidade está coberta de fumo. Haveriam químicos apreendidos há 10 anos no armazém que explodiu.

Depois de algumas explosões menores que resultaram numa pluma laranja e cor de rosa, uma grande explosão criou uma coluna de fumo em forma de cogumelo a capital libanesa. O impacto da forte explosão espalhou-se pela cidade, destruindo infraestruturas que encontrou pelo caminho. O impacto levantou carros para cima de edifícios de três andares. Os hospitais que não foram destruídos estão a recusar receber mais vítimas.

Convicta

Fonte oficial de Israel garantiu ao canal israelita N12, que “não tem nada a ver” com o incidente. As explosões terão sido provocadas por materiais explosivos armazenados, segundo Abbas Ibrahim, diretor da Direção-Geral da Segurança Geral do Líbano, que apontou que a causa “envolve um incidente num depósito no porto onde materiais altamente explosivos tinham sido armazenados”.

Fonte da Direção-Geral da Segurança Geral do Líbano terá afirmado à Reuters que, além do material pirotécnico, o armazém continha químicos apreendidos em empresas há 10 anos.

A Cruz Vermelha está a pedir doações de sangue para vítimas das explosões. Estão abertos postos de recolha em Tripoli, Jounieh, Antelias, Spears, Zahle, Saida e Nabatieh. Todas as ambulâncias do norte e sul do Líbano, estão destacadas para Beirute.

O Governador comparou a explosão a um evento nuclear.

[em atualização]

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.