DGS deixou de atualizar número total de infeções por município no domingo, dia 5 de julho.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) vai corrigir “todos os boletins desde o dia 30 de junho”. A garantia foi dada pela ministra da Saúde, Marta Temido, que revelou que “até ao final do dia de hoje, a DGS irá proceder à atualização dos boletins Covid-19”, no que respeita à distribuição dos casos por grupo etário e por região.

Cozinca

A ministra adiantou ainda que em relação aos casos por concelho, a informação será regularizada a partir do boletim de terça feira, dia 14 de julho.

Portugal tem 161 surtos ativos

“A situação da epidemia no país permanece marcada pela força dos números de Lisboa e Vale do Tejo, especificamente na zona Norte e em 19 freguesias específicas”, diz a ministra.

Marta Temido adianta que o país tem à data “diversos surtos ativos”. São 27 no Norte, 10 no Centro, 107 na região de Lisboa e Vale do Tejo, cinco no Alentejo e 12 no Algarve. Ou seja, um total de 161 surtos ativos em Portugal.

Quinto país da UE que mais testes realiza

Sobre estarmos a testar mais ou menos do que em meses anteriores, Marta Temido sublinha que o país continua a ser o quinto que mais testes realiza na União Europeia UE), com uma estratégia de “testes a indivíduos sintomáticos e rastreio de assintomáticos”.

De acordo com os dados fornecidos pela minsitra, desde 1 de março foram realizados 1,316 milhões de teste, 26,5% deles junho e mais de 8% já em julho, explicou, para desmentir que o país esteja a baixar o índice de testagem.

A média diaria de testes em abril foi de 11500, 13 mil em maio, 11700 em junho e em julho este valor subiu para 13700, garantiu.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.