Total fica nos 950 casos, depois de a DGS confirmar este domingo a inexistência de novas infeções no concelho da Maia.

O total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia, transmitido pela Direção-Geral da Saúde, manteve-se nas 950 nas últimas 192 horas. Este domingo não há registo de novos casos no relatório diário.

Cozinca

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (2852), Sintra (1913), Vila Nova de Gaia (1599), Loures (1436), Porto (1414), Matosinhos (1292), Braga (1256) e Amadora (1240).

Graça Freitas disse que o surto num bairro piscatório em Espinho está controlado e que tudo indica que se encontra circunscrito às habitações dos doentes confirmados.

Quanto a reabertura dos centros de dia, a diretora-geral da Saúde refere que é uma das preocupações. “Temos mais equipamentos para abrir nesta altura do verão. Vamos observar a epidemia e brevemente sairão orientações para os centros de dia, que sabemos que fazem bastante falta”.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 762 791,8
Matosinhos 1292 742,2
Maia 950 692,2
Gondomar 1093 659,9
Porto 1414 657,9
Santo Tirso 400 585,0
Vila Nova de Gaia 1599 533,2
Trofa 149 389,2
Vila do Conde 297 373,6
Nas últimas 24 horas não houve aumento de casos em nenhum destes municípios de referência.

90,1% dos infetados em Lisboa e Vale do Tejo

Nas últimas 24 horas morreram cinco pessoas ee há registo de mais 227 infeções detetadas, indica o boletim da DGS. Há registo de mais 231 pessoas recuperadas.

O número de pessoas hospitalizadas por infeção com o novo coronavírus diminui para 419 pessoas — menos nove do que no dia anterior (428). Também o número de pessoas internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) baixou e há agora menos quatro pessoas nestas unidades. Eram 77 e passaram a ser 73.

Dos 227 novos casos, 206 (90,1%) foram detetados na região de Lisboa e Vale do Tejo. Nas restantes regiões houve apenas mais 21 infeções confirmadas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.