Partilhas

Neste segundo dia de dezembro, há mais 68 mortes e 3384 novos casos de Covid-19 em Portugal.

Portugal registou nesta quarta-feira, 2 de dezembro, mais 68 mortes por Covid-19 e 3384 novos casos de infeção. O número de vítimas mortais sobe assim para 4645 e o total de infetados ascende a 303 846 desde o início da pandemia. A barreira dos 300 mil infetados foi ultrapassada no primeiro dia de dezembro.

Cozinca

O boletim epidemiológico desta quarta-feira da Direcção-Geral da Saúde (DGS) indica ainda que há mais 2569 pessoas recuperadas, aumentando o total de recuperações para 223 446. À data de hoje, estão 77 755 casos ativos da doença em Portugal, mais 747 do que no dia anterior. 

3338 pessoas internadas, mais 63 do que no dia anterior, das quais 525 estão nos cuidados intensivos (mais quatro desde a última atualização).

Norte é mais uma vez a região mais afetada

Cerca de 55% das novas infeções foram identificadas na região Norte, com mais 1857 pessoas a testar positivo à Covid-19. Há ainda 36 mortes a lamentar.

Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 939 novos casos e 23 óbitos, o Centro com 401 infetados e sete mortes, o Alentejo com 85 novos infetados e duas mortes e o Algarve com 74 novos casos e, felizmente, sem vítimas mortais a lamentar.

Também sem vítimas mortais estão os dois arquipélagos. Quanto aos novos casos detetados, os Açores contabilizam 22 e a Madeira seis. 

Incidência em municípios nos arredores da Maia

Município Casos por 100 mil habitantes em 14 dias Casos nos últimos 14 dias
Trofa 1960 753
Vila do Conde 1807 1444
Santo Tirso 1762 1199
Valongo 1291 1258
Gondomar 1196 1985
Vila Nova de Gaia 1102 3311
Porto 1019 2207
Maia 1015 1411
Matosinhos 948 1662

Nas últimas duas semanas registaram-se 1015 casos por cada 100 mil habitantes

De acordo com o boletim diário de segunda-feira, 30 de novembro, a incidência cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19, é de 1015 casos por cada 100 mil habitantes, na Maia. Este número representa cerca de 1411 novos casos, apenas nas últimas duas semanas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.