Partilhas

Durante a última semana o número de casos subiu de 1054 para 1095.

De acordo com o boletim diário de segunda-feira, o total de pessoas infetadas com a Covid-19 no concelho da Maia subiu de 1054 para 1095, após o surgimento de 41 novos casos ao longo da última semana.

Cozinca

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (6050), Sintra (5102), Amadora (2914), Loures (2913), Vila Nova de Gaia (2154), Odivelas (2092), Cascais (1880) e Porto (1732).

Nos concelhos mais próximos da Maia, o de Vila do Conde é o que mais casos tem por cada 100 habitantes, com mais de um infetado a cada 100 pessoas (1,06), seguindo-se Matosinhos (0,87), Valongo (0,85), Porto (0,81), Maia (0,80), Gondomar (0,72), Vila Nova de Gaia (0,72), Santo Tirso (0,71) e finalmente Trofa (0,54).

Há neste momento 287 surtos ativos no país, anunciou a ministra da Saúde, Marta Temido. A ministra detalhou que existem 124 surtos no Norte, 31 no Centro, 93 em Lisboa e Vale do Tejo, 17 no Alentejo e 22 no Algarve.

Já o valor do Risco de Transmissibilidade, entre 16 e 20 de setembro, está nos 1,09 “um pouco mais baixo do que nos dias anteriores”, referiu a ministra da Saúde, Marta Temido. “Temos de ler sempre o risco de transmissão com o número de novos casos”, esclareceu. Portugal está agora a realizar uma média de 18238 testes por dia, sendo que o dia 16 de setembro foi aquele em que se fizeram mais testes: 23453.

Ainda nesta sexta-feira, foi conhecido que Portugal vai ter um teste de diagnóstico que permite “diferenciar o novo coronavírus de outros tipos de infeções respiratórias sazonais”, como a gripe, auxiliando os diagnósticos, de acordo com António Maia Gonçalves, diretor médico da Unilabs, a empresa que vai disponibilzar os testes.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Vila do Conde 842 1059,1
Matosinhos 1510 867,5
Valongo 821 853,1
Porto 1732 805,8
Maia 1095 797,8
Gondomar 1197 722,7
Vila Nova de Gaia 2154 718,8
Santo Tirso 484 707,9
Trofa 205 535,4

Região de Lisboa e Vale do Tejo com 46,5% dos casos

Nas últimas 24 horas foram registados 899 novos casos e cinco mortes. Estes dados elevam o total para 72055 infeções confirmadas e 1936 óbitos. Há 327 novos recuperados, num total de 47003. Só houve três dias piores do que o de hoje, em termos de novos casos: 10 de abril (1516); 31 de março (1035) e 28 de março (902).

São agora 624 os doentes hospitalizados, mais 36 do que no dia anterior, dos quais 86 estão em unidades de cuidados intensivos, (mais um do que na quinta-feira). Três das cinco mortes confirmadas nesta sexta-feira ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo. As restantes duas ocorreram no Norte e Centro.

Lisboa e Vale do Tejo apresentou 505 das novas infeções encontradas em todo o país, ou seja, 56,2%. No Norte, foram registados 263 casos (29,3%), no Centro 52 e no Algarve 47. Os Açores contam hoje com mais dois casos, enquanto que na Madeira não foram detetados novos casos.

Neste momento há 23116 casos ativos em Portugal, ou seja, mais 567 do que no dia anterior.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.