A ação “Hoje ainda não é tarde”, permitirá um acesso reforçado às Vias Verdes de Diagnóstico Oncológico de cancro da mama, cancro colorretal, cancro do pulmão e cancro da próstata.

Perante a preocupante redução no diagnóstico oncológico, registada a nível nacional, devido às medidas de confinamento, a CUF Oncologia vai reforçar, em todos os seus Hospitais, as Vias Verdes de Diagnóstico, entre os dias 1 e 15 de julho. Esta ação, denominada “Hoje ainda não é tarde”, permitirá um acesso reforçado às Vias Verdes de Diagnóstico Oncológico de cancro da mama, cancro colorretal, cancro do pulmão e cancro da próstata.

DS Crédito

Ana Raimundo, Coordenadora de Oncologia Médica da CUF Oncologia explica que esta iniciativa surge perante a consciência do momento que atravessamos e do seu impacto no diagnóstico oncológico: “é com preocupação que olhamos para a redução de cerca de 80% dos casos de cancro diagnosticados nos últimos três meses. Isto não significa que o número de cancros reduziu, apenas que o diagnóstico não foi feito, porque houve muitas pessoas que não foram ao médico nos últimos meses e não puderam fazer o seu diagnóstico”.

“O diagnóstico e tratamento de cancro é urgente e não pode ser posto em espera”, alerta a oncologista, justificando a decisão da CUF em reforçar as principais linhas de atuação da CUF Oncologia na área do diagnóstico: rapidez, antecipação e precisão, elementos, que aliados à elevada qualidade clínica das suas equipas, são fundamentais para o sucesso do tratamento e para um prognóstico favorável da doença.

A Via Verde Diagnóstico de Cancro da CUF Oncologia é um processo de articulação de recursos multidisciplinares especializados que permite, num curto espaço de tempo, efetuar o diagnóstico de patologias oncológicas e assim desencadear o processo de tratamento, que permitirá um melhor prognóstico da doença.

A Via Verde Diagnóstico de Cancro destina-se a pessoas com suspeita de doença oncológica, por presença persistente de sintomas, como por exemplo a perda de peso não intencional ou nódulo palpável, entre outras sintomatologias, ou ainda, e neste contexto atual, às pessoas que já estiverem na posse de um exame com alterações imagiológicas ou analíticas e que não tiveram a possibilidade de o partilhar com um especialista adequado ao seu caso.

Entre os dias 1 e 15 de julho a CUF Oncologia disponibilizará um acesso reforçado às vias verdes para diagnóstico oncológico para as quatro patologias oncológicas com maior incidência: cancro da mama, cancro colorretal, cancro da próstata e cancro do pulmão.

A CUF Oncologia, maior diagnosticador oncológico privado, é constituída por equipas com elevada experiência e diferenciação no diagnóstico e tratamento oncológico, tendo à sua disposição meios e equipamentos de última geração, que permitem alcançar um diagnóstico e plano de tratamento precisos e de elevada qualidade clínica em poucos dias.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.