Partilhas

Emília Santos, Vereadora da Educação e atual Vice Presidente da Câmara da Maia, dirigiu uma carta aberta aos pais e encarregados de educação, apelando “para que sejam vigilantes na manutenção do distanciamento à porta das escolas”.

No que considera serem “dias atípicos e sem qualquer paralelismo, que exigem um esforço de cooperação e o envolvimento de todos: escolas, famílias e autarquias”, a autarca considerou que o “equilíbrio emocional de todos nós, especialmente das crianças e dos jovens, está no topo das nossas preocupações”.

Cozinca

Leia aqui a transcrição da carta:

“Carta dirigida aos Pais e Encarregados de Educação da Maia

É com particular sentido de responsabilidade que, na qualidade de vereadora do pelouro da educação, tomo a iniciativa de me dirigir a si no arranque deste novo ano letivo.

Estamos a viver dias atípicos e sem qualquer paralelismo, que exigem um esforço de cooperação e o envolvimento de todos: escolas, famílias e autarquias.

Neste regresso à escola pomos fim a um período longo de ausência, durante o qual o distanciamento físico e o contacto virtual se impôs no nosso quotidiano. Sentimos falta uns dos outros, da presença, da proximidade, dos gestos e dos afetos. O equilíbrio emocional de todos nós, especialmente das crianças e dos jovens, está no topo das nossas preocupações.

Pessoalmente, e julgo ser um desejo partilhado, queremos que, dentro do que as circunstâncias permitem, seja possível recuperar alguma normalidade e os elos relacionais que devem existir entre alunos, professores, pessoal não docente e famílias, com responsabilidade e consciência coletivas. Só assim poderemos proporcionar o ambiente de confiança, segurança e tranquilidade fundamental para um quotidiano letivo saudável e proficiente.

É neste contexto que os pais e encarregados de educação assumem uma importância ainda maior: cuidar e proteger os seus para que a escola possa ser cuidada e protegida. Apelo-vos para que sejam vigilantes na manutenção do distanciamento à porta das escolas, sabendo que também o pessoal docente e não docente farão os maiores esforços para assegurar a necessidade imperiosa de cuidar da saúde e do bem-estar, respeitando, com rigor e sentido de missão, as medidas de contingência.

Da parte da autarquia e dentro das suas competências, asseguro-vos que tudo faremos para encontrar as soluções necessárias às eventuais dificuldades que possam surgir.

Desejo os mais sinceros votos de um excelente ano letivo a todos os que com entusiasmo, dedicação e sentido de responsabilidade humanizam as escolas.

Da minha parte fica o compromisso de continuarmos a caminhar “juntos” no trilho da educação que consolide um futuro de confiança.

Bem hajam.
Emília Santos”.

 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.