Partilhas

Subida de novos casos diários de Covid-19 deixa especialistas preocupados.

O número de novos casos diários está a preocupar alguns especialistas que, ouvidos pelo Jornal Expresso, avisam que o país pode chegar aos 4 mil casos diários de Covid-19 já na segunda metade do próximo mês de novembro.

Chefe Albino

Manuel Carmo Gomes, professor de Epidemiologia na Universidade de Lisboa e um dos peritos que colabora com a Direção-Geral da Saúde, afirmou ao mesmo jornal que “as nossas previsões têm vindo a deslocar-se cada vez mais para cima desde essa altura, como consequência de o número médio de pessoas que cada infetado contagia (Rt) estar a aumentar”.

O Epidemiologia disse ainda que “projetamos atingir 3500 novos casos no início de novembro, que poderão aparecer com dias de atraso nas estatísticas oficiais. E estimamos atingir 4 mil por dia na segunda metade de novembro“. É muito preocupante”, concluiu.

Covid-19: pandemia dispara na Maia. Mais 181 casos só na última semana

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.