A greve dos trabalhadores não docentes das escolas estava agendada para 7 de dezembro.

A greve dos trabalhadores não docentes das escolas que estava marcada para o dia 7 de dezembro foi desconvocada esta segunda-feira, 23 de novembro. A decisão foi tomada depois do Governo ter anunciado tolerância de ponto na Administração Pública no mesmo dia.

Cozinca

Em comunicado, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS) explica que a suspensão da greve não significa o recuo nas reivindicações dos trabalhadores.

Quando anunciou a greve, na passada quinta-feira, o dirigente da federação, Artur Sequeira, justificou o protesto com a falta de resposta do Ministério da Educação a problemas antigos do setor que se tornaram mais urgentes no atual contexto de pandemia da covid-19.

Entre as principais reivindicações, os funcionários das escolas pedem o fim do trabalho precário e a integração nos quadros de todos os trabalhadores a termo certo, o reforço de pessoal com mais 6 mil trabalhadores e o fim do processo de municipalização.

Para já, Artur Sequeira não aponta uma nova data, mas adianta que se a situação se mantiver inalterada no início do próximo período letivo será convocada novamente a greve.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.