A Efacec está a passar por dificuldades financeiras que se agravaram com o arresto da participação detida por Isabel dos Santos.

O Governo anunciou esta quinta-feira que vai nacionalizar 71,73% do capital social da empresa Efacec Power Solutions. A empresa está a passar por algumas dificuldades que se agravaram com o caso Luanda Leaks e com a Pandemia de Covid-19.

Cozinca

A revelação foi feita pela ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, que divulgou um decreto-lei aprovado pelo executivo e que já foi promulgado pelo Presidente da República.

O ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, anunciou que a compra de capital foi adquirida junto da sociedade Winterfell2 e que “o Conselho de Ministros tomou esta decisão porque a Efacec se encontra numa situação de grande impasse acionista desde que, na sequência do processo Luanda Leaks, foi decretado o arresto desta participação social”.

Isabel dos Santos decidiu sair da Efacec e colocar a sua participação de 70% da empresa à venda, depois de ser divulgado o caso Luanda Leaks. Nestes documentos, a filha do ex-presidente angolano é acusada de retirar dinheiro público angolano através de paraísos fiscais.

Recorde-se que, no final de junho, o Secretário de Estado da Economia afirmou que a Efacec “é uma empresa estratégica” e que o Governo adotaria “todas as medidas que forem necessárias para proteger esta empresa”, não falando em nacionalização.

CEO da Sonae é a favor de quotas para diversidade de género nas empresas

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.