A paralisação acontece de 5 a 10 de agosto.

Os trabalhadores da Super Bock convocaram uma greve entre 5 e 10 de agosto, segundo o pré-aviso do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (Sintab). Esta será a quarta paralisação desde dezembro.


À TSF, Fernando Rodrigues, dirigente do sindicato, avança que a paralisação poderá até afetar a produção e a distribuição desta cerveja no mercado.

Depois das paralisações em dezembro, março e junho, os trabalhadores da Super Bock agendaram nova greve, com paragens parciais em todos os turnos, por aumentos salariais, pela valorização do trabalho, pela “projeção da riqueza criada” pelo empregador, e contra “a posição irredutível da administração em não evoluir a sua proposta no sentido de a aproximar à dos trabalhadores, respeitando a lógica negocial que se exige, e os sindicatos empregaram”.

O pré-aviso de greve abrange a prestação de trabalho nos dias 5, 6, 7, 8, 9 e 10 de agosto, dos trabalhadores dos estabelecimentos da Super Bock Bebidas, empresa sediada em Matosinhos, e todos os trabalhadores em laboração contínua, cuja paralisação é entre as 05h00 e as 23h00, e os dos três turnos rotativos entre segunda e sexta-feira.

Numa nota hoje divulgada, intitulada “ausência de acordo para aumento salarial dita greve dos trabalhadores da Super Bock”, a direção do Sintab justifica a greve com a ausência de acordo para aumento salarial e face ao “desrespeito da empresa pela lógica negocial” e pela “não observância de paralelismo com a distribuição de lucros” pelos acionistas.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas leem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.