Este ano, a hora do planeta debruça-se sobre Água e Alterações Climáticas.

A Hora do Planeta, o reconhecido evento da World Wide Fund for Nature (WWF), vai juntar, mais uma vez, milhões de pessoas em todo o mundo, para uma ação simbólica em defesa da natureza.

Este ano, o evento é dedicado à consciencialização sobre as alterações climáticas e acontece no dia 27 de março às 20:30, hora local. Na hora marcada, pede-se a todos apenas para apagarem a luz durante uma hora para mostrarem o seu compromisso com o planeta.

O maior movimento global pelo ambiente pretende mobilizar cidadãos, empresas e governos para fazerem parte da discussão, mas sobretudo das soluções necessárias para garantir um futuro sustentável e com qualidade para todos.

Água e Alterações Climáticas

A água é um recurso fundamental e indispensável para todos nós. Contudo, a disponibilidade de água está a tornar-se menos previsível em muitos locais, devido às alterações climáticas. O aumento da incidência de cheias e a intensidade dos períodos de seca impacta diretamente sobre a vida de todos os seres vivos.

Para Ângela Morgado, diretora executiva da ANP|WWF, “apesar da chuva que tem caído no nosso território, Portugal vive para além da água que tem, enfrentando uma séria escassez hídrica. A ação concertada contra as alterações climáticas é agora um imperativo de sobrevivência. A Presidência Portuguesa do Conselho Europeu é o momento para pensar e agir por um futuro com mais água.”

Assim, este ano, a Hora do Planeta em Portugal estará centrada no tema da “Água e Alterações Climáticas”. A partir do mês de março, nas redes sociais da ANPlWWF, serão lançados desafios semanais dirigidos a todos os que pretendem compreender mais sobre gestão adequada dos recursos naturais como a água e assim, fazer parte deste movimento global de consciencialização para a preservação do nosso planeta.

Ao longo dos últimos 14 anos, a Hora do Planeta também contou com diversas empresas, empenhadas em apoiar o combate às alterações climáticas e afirmar a sua responsabilidade social numa sociedade cada vez mais consciente dos desafios climáticos.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.