Partilhas

As duas crianças foram infetadas durante uma visita aos avós, em Viseu. Colegas, educadoras e auxiliares estão agora em isolamento profilático.

O Lar do Comércio foi informado, neste domingo, da existência de dois casos positivos entre os alunos da creche. Trata-se de dois irmãos que terão sido infetados no fim-de-semana de 6 de setembro durante uma visita aos avós, em Viseu.

Cozinca

Segundo comunicado enviado às redações, a mãe das crianças, assim que soube do resultado positivo do avô destes irmãos, “retirou-as do equipamento infantil, logo no próprio dia 10 de setembro, a fim de serem também elas testadas”. O resultado positivo foi do conhecimento da instituição, ontem, dia 13 de setembro, ao início da tarde.

Ainda em nota informativa, o Lar do Comércio explica que não foi possível contactar o delegado de saúde de Matosinhos e que a Linha Saúde 24 recomendou à direção que entrasse em contacto com todos os encarregados de educação. Este contacto com os encarregados de educação deveria ser no sentido de que todos “deveriam contactar a linha de saúde 800 24 24 24”.

Nesse sentido, durante esta tarde de domingo, foram contactados todos os pais e colaboradores, a quem foram transmitidas as instruções da Direcção-Geral da Saúde.

Os dois irmãos infetados estão em casa, em quarentena. Todos os seus colegas, bem como as respetivas educadoras e auxiliares, encontram-se também em isolamento profilático, como medida preventiva até que possam ser conhecidos os resultados dos testes.

O delegado de Saúde de Matosinhos foi informado por e-mail de todas as diligências em curso, estando neste momento a Instituição já em articulação com a Delegação de Saúde por forma a desenvolver todos os procedimentos adequados. Foram naturalmente ativados todos os procedimentos e regras do Plano de Contingência da instituição e seguidas todas as recomendações da DGS.

Covid-19: Pandemia a crescer. Há mais 34 casos identificados na Maia

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.