O Projeto 55+ destina-se a reformados ou desempregados com mais de 55 anos que queiram voltar a estar ativos profissionalmente.

O Município da Maia juntou-se ao 55+, um projeto onde o grande objetivo é “valorizar e integrar as pessoas de 55 e mais anos, prevenir e combater a solidão e o isolamento”.

Cozinca

O projeto, como o próprio nome indica, destina-se a pessoas a partir dos 55 anos de idade que estejam sem atividade profissional – seja devido ao desemprego ou à reforma – e que sintam vontade em voltar ao ativo. Através deste programa, as pessoas podem utilizar os seus saberes e competências para prestar serviços a terceiros que deles precisem. Note-se que existe uma avaliação e ativação de cada inscrito.

Conte sempre com um especialista 55+ ao seu lado” é o mote dado pelo Projeto, promovido pelo Movimento 55+ Associação e que conta com o apoio de várias entidades e municípios. No caso da Maia, o investimento social foi de 6 343€. O financiamento total é de 212 700€, sendo que o Portugal 2020 assume 148 890€ e os investidores sociais entram com 63 810€.

Em concreto, os desempregados ou reformados com mais de 55 anos podem inscrever-se na plataforma e prestar serviços como: costura, apoio a séniores, jardinagem, aulas de música, limpezas, passar a ferro, aulas de línguas, comida ao domicílio, reparações, pet care, pet sitting, entre outras. Todos estes serviços são devidamente remunerados. 

Se está interessado, o município da Maia indica que deve consultar o website www.55mais.pt ou enviar um e-mail para [email protected], com o seu nome e o seu contacto.

Nesta plataforma (que já tem mais de 1700 especialistas 55+ já inscritos) os clientes encontram o apoio de verdadeiros especialistas, com anos de experiência em diversas áreas para as tarefas do dia a dia, e, além disso contribuem para uma causa tão importante como necessária para a sociedade: “valorizar e integrar as pessoas de 55 e mais anos, prevenir e combater a solidão e o isolamento”.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.