As autarquias propõem que sejam criadas novas estações no trajeto da Linha de Leixões e ainda a adaptação do trajeto para incluir o transporte de passageiros.

As Câmaras da Maia, Matosinhos, Valongo e Gondomar, vão apresentar no Conselho Metropolitano uma proposta para estudar a criação de novas estações na Linha de Leixões, utilizada para transporte de mercadorias.

A informação foi avançada no dia 20 de abril pela presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, durante a reunião pública do executivo.

A autarca contou que reuniu com estes presidentes de câmara e ficou estabelecido levarem ao próximo Conselho Metropolitano do Porto uma proposta de protocolo com a Infraestruturas de Portugal (IP) para garantir a realização dos estudos necessários para a implementação de novas estações e a sua viabilidade.

Em fevereiro, também em reunião do executivo municipal, Luísa Salgueiro defendeu a integração no Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR) a adaptação da Linha de Leixões para passageiros.

Linha de Leixões já transportou passageiros

A Linha de Leixões liga a Linha do Minho, na Estação de Contumil, ao Porto de Leixões, em Matosinhos.

Inaugurada em 1938, a Linha de Leixões fez serviço de passageiros até 1987 e entre maio de 2009 e janeiro de 2011.

Em janeiro, o secretário de Estado das Infraestruturas defendeu a necessidade de “uma avaliação muito rigorosa da transformação da Linha de Leixões para perceber a sua eficácia e procura” antes de ser posta ao serviço das pessoas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.