A NACEX pôs em prática várias medidas de segurança de forma a garantir o bem-estar dos seus colaboradores e clientes. O NOTÍCIAS MAIA foi conhecer esta empresa com instalações na Maia e perceber melhor os desafios deste setor.

A NACEX tem vindo a especializar-se em setores-chave na área da saúde e das tecnologias de informação e comunicação, com foco no transporte de materiais relacionados com a eletrónica, informática e telecomunicações. A empresa oferece ainda um serviço que garante a entrega de material médico hospitalar (material cirúrgico e ortopédico) das áreas de ortodontia, farmacêutica, laboratórios, entre outros, à primeira hora da manhã.

DS Crédito

José Pereira, o responsável pela unidade da Maia, contou-nos que a pandemia da Covid-19 levou à alteração de procedimentos, redobrando atenções e aumentando ainda a medidas de segurança ao longo da cadeia de distribuição nesta empresa em forte crescimento.

Notícias Maia (NM): Qual é a história da NACEX e o que faz esta empresa?

José Pereira (JP): A NACEX foi fundada em 1995, é especialista no transporte urgente de volumes e documentos entre empresas (B2B) e particulares (B2C) e oferece uma ampla gama de serviços nacionais, internacionais e de valor acrescentado que se adaptam às necessidades de entrega mais exigentes do mercado.

A empresa estabeleceu uma rede de agências exclusivamente em Espanha, Andorra e Portugal por forma a assegurar uma completa cobertura, ferramentas tecnológicas de última geração que permitem, entre outras, a rastreabilidade dos envios em tempo real, e sistemas de comunicação com os clientes que estão na vanguarda do setor.

A NACEX faz parte do Grupo Logista, distribuidor líder de produtos e serviços para o comércio local no sul da Europa, e conta atualmente com uma frota de mais de 1.600 veículos e mais de 3.000 colaboradores, assim como com uma rede de 31 plataformas e mais de 300 Agências em Portugal, Espanha e Andorra.

NM: A pandemia mudou a forma de trabalhar na NACEX ?

JP: A NACEX ativou novas medidas de segurança de forma a garantir o bem-estar dos seus colaboradores e clientes.

Neste contexto de crise pandémica implementamos as entregas ‘Contacto Zero’, eliminando assim a necessidade de um cliente assinar a receção de um envio no telemóvel do mensageiro. Isso significa que, de hoje em diante, os clientes que recebam um alerta de notificação por parte da NACEX, receberão um código QR que deverão mostrar ao mensageiro para que lhes entregue o seu envio. A leitura deste código QR é feita pelo smartphone do mensageiro, e corresponde à assinatura do destinatário e desde logo gera o correspondente “OK” de entrega.

Deste modo, reduz-se o contacto entre o mensageiro e o cliente, aumentando assim a segurança durante este processo. O cliente também tem a opção de assinar o envio diretamente na embalagem (o mensageiro tira uma fotografia), ou de indicar os seus dados ao mensageiro.

Estas medidas juntaram-se a outras que a empresa tem adotado desde que foi declarado o estado de emergência, como o Plano de Contingência para a prevenção e proteção da saúde dos seus trabalhadores ou o teletrabalho para o pessoal dos centros de distribuição nos postos de trabalho que assim o permitam, reafirmando o compromisso da NACEX com a saúde das pessoas e a vontade de seguir todas as recomendações relativamente à prevenção do Coronavírus (Covid-19).

NM: O transporte de material médico e farmacêutico tem atenção e cuidados especiais?

JP: Durante este estado de emergência e agora já na fase de desconfinamento a NACEX continua a priorizar a entrega de material médico e farmacêutico em hospitais, farmácias e casas particulares.

A nossa empresa do segmento de transporte expresso de volumes e de documentação do grupo Logista, continuará a prestar os seus serviços e, enquanto se mantiverem as condicionantes relacionadas com a COVID-19, os restantes serviços continuarão a ser distribuídos, de acordo com as circunstâncias o permitam.

NM: Quais são os novos desafios que a empresa e o setor vão enfrentar?

JP: O crescimento constante do comércio eletrónico coloca desafios diários na procura de soluções que satisfaçam plenamente as necessidades dos nossos clientes e destinatários.

Soluções logísticas claro, mas também soluções tecnológicas, que são um fator vital no sucesso do e-commerce. Fornecer alternativas para mudança de locais de entrega de uma expedição, informação em tempo real sobre o estado da encomenda, previsão de janelas horárias de entrega cada vez mais precisas, a criação de uma rede PUDO (Pickup Dropoff – ou seja para levantar e deixar encomendas) complementar à nossa rede de centros de distribuição já existente, são os principais desafios nesta fase, tudo para que a experiência do nosso serviço seja a que melhor serve o cliente e o destinatário. Cada vez mais é esta flexibilidade e poder de informação que tornam a “ last mile “ o segmento mais importante de toda a cadeia de transporte.

NM: Quais as metas a alcançar no futuro ?

JP: Manter a qualidade e a segurança do nosso serviço acima de qualquer outro objetivo. Reforçar os laços de confiança com os nossos clientes que há mais de 25 anos depositam na nossa rede as suas encomendas às quais sempre damos valor acrescentado pela excelência do serviço prestado. A Nacex ganhou em 2020 o título de “ Melhor operador Expresso “ em Portugal pelo 5º ano consecutivo. Uma honra mas também uma grande responsabilidade, pelo que o nosso objetivo é fazer com que o mercado entenda e constate que a NACEX é uma empresa líder na relação qualidade – preço.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.