A vacinação de pessoas com mais de 30 anos será feita “entre o fim de julho e o início de agosto” e nessa altura “vão começar a vacinar-se as pessoas com 20 anos”, disse Henrique Gouveia e Melo.

A partir de agosto pessoas com mais de 20 anos vão começar a ser vacinadas contra a covid-19, segundo comunicou na passada terça-feira, 29 de maio, o coordenador da task-force para o plano de vacinação contra a covid-19, no âmbito da conferência eHealth Summit, em Lisboa.

Cozinca

“Vamos acabar a vacinação das pessoas acima de 30 anos entre fim de Julho e início de Agosto e nessa altura vão começar a vacinar-se as pessoas com 20 anos”, avançou Henrique Gouveia e Melo em declarações aos jornalistas.

“É natural que no início de agosto estejamos a vacinar pessoas na faixa etária dos 20 aos 30 anos”, reforçou ainda.

Estima-se que mais de 90% da população estará vacinada quando se chegar à faixa etária dos 18 anos, conforme explicou o coordenador da Task-Force.

“É muito pouco provável que, com essa taxa de vacinação, o vírus continue a persistir de forma endémica na população”, disse o vice-almirante, acrescentando que este vai acabar “por morrer” não tendo como se propagar na comunidade.

Gouveia e Melo acredita, por isso, não ser necessária a vacinação de crianças porque, ao vacinar-se 70%, 80%, 90% da população, estamos a protege-las.

E ainda, a partir do próximo domingo, dia 6 de junho, as pessoas com mais de 40 anos serão chamadas através do agendamento local, nos centros de saúde, sendo uma semana depois aberto o agendamento online.

Também as pessoas que tiveram covid-19 há seis meses podem agendar a vacinação. “Essa restrição que havia na base de dados já foi retirada”, sublinhou o vice-almirante, e há pessoas recuperadas da doença que já estão a ser imunizadas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.