A fibrilhação auricular é um tipo de arritmia cardíaca responsável por 20 a 30 % dos acidentes vasculares cerebrais isquémicos.

Começa a 16 de novembro a Semana Global de Consciencialização para a Fibrilhação Auricular. Em Portugal, é a Fundação Portuguesa de Cardiologia que se associa a esta iniciativa onde o objetivo é incentivar a deteção da fibrilhação auricular através de uma simples verificação do pulso. Uma campanha mundial onde o mote é “Detetar, Proteger, Corrigir e Aperfeiçoar”.

Chefe Albino

A fibrilhação auricular é um tipo de arritmia cardíaca em que existem batimentos cardíacos muito irregulares, e habitualmente rápidos, com 80 a 160 batimentos por minuto. Nessa situação o coração não consegue bombear eficientemente o sangue o que propicia a formação de pequenos coágulos dentro do próprio coração. Esses coágulos podem ser arrastados pela corrente sanguínea e alojar-se em qualquer parte do organismo. Quando atingem as artérias que irrigam o cérebro podem causar um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

“O diagnóstico atempado da fibrilhação auricular pode revelar-se fundamental na prevenção de complicações como AVCs, insuficiência cardíaca, demência ou mesmo morte súbita. Quanto mais cedo a detetarmos, maior a probabilidade de a controlarmos. Daí a importância deste tipo de campanhas”, explica Manuel Carrageta, Presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia, citado em comunicado.

Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia, a partir dos 40 anos de idade, a prevalência da fibrilhação auricular entre os portugueses ronda os 2.5%. Ao passar os 65 anos, uma em cada dez pessoas terá desenvolvido esta arritmia.

Tendo em conta esta incidência, “é aconselhável que, nestas idades, para além do controlo parâmetros como o peso, a tensão arterial ou o colesterol, se avalie o ritmo cardíaco e as pulsações de forma regular. Qualquer pessoa o pode fazer, de forma simples, através da auto-avaliação do pulso”, sublinha a Fundação.

Sobre a Campanha Mundial

“Detetar, Proteger, Corrigir e Aperfeiçoar” é o mote da campanha global lançada pela Atrial Fibrillation Association e pela Arrhytmia Alliance, que visa envolver organizações de todo o mundo naquela que é a Semana de Consciencialização para a Fibrilhação Auricular.

Viral. Esta é a fotografia que está a emocionar o país

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.