António Lacerda Sales visitou esta quarta-feira o novo centro de vacinação da Maia, tendo garantido a Silva Tiago que haverá mais profissionais para agilizar o processo.

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, visitou esta quarta-feira, 21 de abril, o Centro de Vacinação Covid Maia II, instalado no Pavilhão Municipal de Gueifães II.

A visita ao espaço, dedicado à vacinação contra a Covid-19, contou igualmente com a presença do Presidente da ARS Norte, do Presidente do ACES Maia/Valongo, do presidente da Cruz Vermelha da Maia, do Presidente da Câmara Municipal da Maia, do Presidente da Assembleia Municipal da Maia, da Vereadora da Saúde e da Presidente da Junta de Freguesia Cidade da Maia, entre outros.

A comitiva passou pelas várias zonas do centro e foi falando com alguns maiatos chamados, esta quarta-feira, para a inoculação contra a Covid-19. A visita durou cerca de uma hora e António Lacerda Sales acabou por sair sem prestar declarações aos jornalistas.

“A Maia está apostadíssima neste processo de vacinação”

Depois da saída do Secretário de Estado da Saúde, António da Silva Tiago falou à imprensa e explicou que o objetivo agora é inocular cerca de 3 mil pessoas, por dia, nos dois centros da Maia e que espera que “cheguem mais vacinas”.

O presidente da Câmara Municipal garantiu que “a Maia está apostadíssima neste processo de inoculação” e explicou que a vacinação é mesmo a forma “mais eficaz para sairmos desta situação que nos agonia e preocupa a todos”.

Silva Tiago informou ainda que o Governo criou condições para admitir mais cerca de 4800 enfermeiros e 2300 médicos, para além de pessoal auxiliar. Ainda assim, a autarquia tem aproveitado recursos humanos, que estavam com menos trabalho, para ajudarem nestes centros.

Também em declarações ao NOTÍCIAS MAIA, Emília Santos, vereadora da saúde, explicou que na Maia já foram administradas cerca de 18 mil doses e que, atualmente, os centros já estão a chamar pessoas com 73 anos.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.