fbpx

Notícias Maia

A qualidade do que se produz em Portugal está na MGL Iluminação

© DR/ Notícias Maia
Partilhas

A MGL Iluminação tem 45 anos de história e é uma das poucas empresas, em Portugal, que se dedica quase em exclusivo ao fabrico de iluminação. Em loja, existe em Gaia, juntamente com a fábrica, e na Maia, onde é possível visitar uma imponente loja de exposição.

Manuel Gonçalves Lopes é o homem que deu o nome à fábrica: MGL. Mas apesar de estar assinada com o seu nome, a verdade é que, há 45 anos, esta aventura foi conjunta. Depois de trabalhar alguns anos numa loja de iluminação, Manuel Lopes, ainda na casa dos vinte, quis começar um negócio só seu. Foi num pequeno espaço na casa dos seus pais que, juntamente com o irmão e a esposa, Maria Almerinda, começou a escrever a história da MGL. Foi na viragem do século que se abriu a fábrica atual e a primeira loja em Gaia. Na Maia, a inauguração foi em 2008.
Na MGL fabricam-se candeeiros. Este sempre foi o negócio central. Agora, com o mercado em constante mudança, já se fabricam também peças como espelhos e mesas. A isto, juntam-se peças de decoração, quadros, plantas e até tapetes.

A qualidade e a durabilidade são dois elementos estruturantes nesta empresa. Neste sentido, a empresa posiciona-se para um cliente que queira comprar um bom produto e que saiba que a qualidade se paga – “Nós aqui vendemos em primeiro lugar produtos de qualidade, que deixam sempre o cliente satisfeito”.

“Eram outros tempos”

Quando, há 45 anos, Manuel Lopes produzia candeeiros na casa dos seus pais, “era tudo muito diferente”. Foi o pai de Manuel que lhe emprestou dinheiro para seguir o seu sonho, na altura, “com 1000 escudos”. A quantia, que equivale a menos de 5€, a experiência e a vontade, foram os ingredientes que ditaram o sucesso desta empresa que emprega, atualmente, mais de 15 funcionários. Manuel Lopes criou a empresa e continua ao comando das operações na fábrica. A ele, juntaram-se os seus três filhos: Gabriel, Mónica e Manuel.

A grande maioria das vendas da MGL são em Portugal, sendo, uma pequena parte, exportada para Espanha. Manuel Lopes, filho mais novo que tem o mesmo nome do pai, conta que houve uma altura que também exportavam para França mas que era difícil “porque se trata de um marcado bastante protecionista”. “Portugal é sem dúvida nenhuma o nosso grande mercado e é nele que somos imbatíveis”, remata.

80% do que está exposto nas duas lojas da MGL é fabricado em Portugal e apenas 20% representam artigos que são importados. Na MGL também se fornecem lojas de decoração, um fator que se divide, quase de igual forma, com a venda ao cliente final, nas lojas.

Um mercado cada vez mais competitivo

Manuel Lopes, filho, explica que, tendo em conta o aparecimento de várias marcas que vendem iluminação a preços mais competitivos, a MGL teve que se ir adaptando. A venda de produtos de decoração foi uma das formas de se reposicionar e atrair mais público.

O filho mais novo do proprietário da MGL conta que, apesar de todas estas mudanças, a empresa se foi adaptando e continua a “querer vender apenas produtos de qualidade”. Todas as peças aqui adquiridas têm um seguro, no mínimo, de dois anos: “A qualidade faz com que as pessoas não troquem de candeeiros tantas vezes, para nós, é bom que reconheçam a qualidade mas também nos traz a desvantagem de não vender tanto”.

A MGL na Maia está a completar 12 anos e, desde 2008, tem-se mantido como uma das maiores lojas de iluminação de Portugal.

Ficha Informativa

MGL Iluminação
Rua da Espinhosa, 1879
4475-699 Castêlo da Maia
229 863 517
[email protected]

 

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top