Notícias Maia

Aluimento na antiga EN13 obriga a corte no trânsito durante 15 dias

© DR
Partilhas

O aluimento do piso da antiga nacional 13, atualmente Avenida Dom Mendo, vai implicar o encerramento ao trânsito durante 15 dias, obrigando os utilizadores a fazer uma incursão na A41, sendo obrigados a passar por dois pórticos. António Silva Tiago garantiu ter conseguido “sensibilizar o governo”, e utilizadores não terão de “pagar os custos desse desvio”.

Os utilizadores da Avenida Dom Mendo, antiga Estrada Nacional 13, vão ser obrigados, devido ao aluimento do piso, a fazer um desvio para ultrapassar a zona fechada da estrada, sendo obrigados a passar por dois pórticos a nascente da N13, um em cada sentido da A41.

António Silva Tiago, presidente da Câmara Municipal da Maia, comprometeu-se a articular com o IMT e com  a concessionária, as medidas necessárias para garantir que todos aqueles que são utilizadores habituais da N13 e que agora se encontram sem alternativa, possam fazer o desvio utilizando a A41 sem terem que pagar os custos desse desvio.

As medidas necessárias para atingir este objetivo são implementadas durante o dia de hoje, entrando em vigor a partir das 13 horas.

“É da mais elementar justiça que os automobilistas obrigados a desviar o seu percurso não sejam taxados, nem que tal venha a ser assumido pela Câmara. Trabalhei para que isso acontecesse e fico contente pela pronta resposta positiva por parte do secretário de Estado Jorge Delgado”, referiu Silva Tiago.

Zona já está a ser intervencionada

A Câmara Municipal da Maia começou hoje a intervenção na antiga Nacional 13, atual Avenida Dom Mendo, que demorará de uma a duas semanas, tendo o trânsito sido cortado nos dois sentidos. Enquanto que no sentido Sul Norte o desvio de trânsito se faz pela A41, no sentido Norte Sul está a ser desviado pela Rua da Ponte de Moreira até à ETAR da Ponte de Moreira.

Antiga EN13 cortada na Maia devido a aluimento

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top