Parceria entre a Maiambiente e a ESAD desafiou alunos a darem nova vida a mobiliário que iria para o lixo

Com o objetivo de dar uma nova vida ao mobiliário em desuso recolhido pela Maiambiente, a empresa associou-se à ESAD – Escola Superior de Artes e Design, em Matosinhos, num projeto de transformação destes objetos em peças artísticas.

Os alunos do Mestrado em Design de Interiores foram desafiados, através do workshop Furniture Remade 3, sob orientação do arquiteto italiano Paolo Deganello, a redesenhar um conjunto de peças de mobiliário, em desuso e/ou destinadas a serem destruídas, na tentativa de lhes devolver uma nova vida e em alguns casos uma nova função. Os resultados foram surpreendentes.

Com este projeto as entidades envolvidas pretendiam valorizar o potencial de transformação e atualização do objeto, aplicando o princípio da parcimónia. Com o mínimo de intervenção e de recursos conseguiu-se um novo objeto, atualizado na sua estética e na sua função, conservando a sua identidade.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.