O tema da eficiência energética aqueceu os ânimos do último Conselho Metropolitano do Porto, com António Silva Tiago a reiterar a necessidade de reunir com o ministro do Planeamento, Nelson de Souza, para esclarecer os entraves colocados ao financiamento pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Em causa estão cerca de 20 milhões de euros que serão aplicados em obras em escolas piscinas. O Conselho Metropolitano demonstrou desagrado com a mudança das regras de financiamento “a meio do jogo”.

Cozinca

O Presidente da Câmara da Maia endureceu o discurso com o Governo e com a dificuldade em reunir com o Ministro. O edil maiato criticou duramente “essa gente que não tem rosto”, referindo-se à DGEG, enquanto afirmou, referindo-se ao Conselho Metropolitano, que “somos uns fracos, temos de provocar uma reunião com quem manda e pôr ordem no reino”.

Sérgio Humberto, Presidente da Câmara da Trofa, acompanhou o autarca maiato, tendo criticado igualmente este processo: “Somos uns totós. É preciso esperar meses para o Conselho Metropolitano reunir com o Ministro? É demais!”

Emídio Sousa, que presidiu os trabalhos, condenou igualmente a mudança de regras a meio do jogo, tendo afirmado que a reunião está marcada.

A reunião decorreu na última sexta-feira, dia 26 de julho.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.