Notícias Maia

António Silva Tiago critica governo no Conselho Metropolitano

© DR/Notícias Maia
Partilhas

O tema da eficiência energética aqueceu os ânimos do último Conselho Metropolitano do Porto, com António Silva Tiago a reiterar a necessidade de reunir com o ministro do Planeamento, Nelson de Souza, para esclarecer os entraves colocados ao financiamento pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Em causa estão cerca de 20 milhões de euros que serão aplicados em obras em escolas piscinas. O Conselho Metropolitano demonstrou desagrado com a mudança das regras de financiamento “a meio do jogo”.

O Presidente da Câmara da Maia endureceu o discurso com o Governo e com a dificuldade em reunir com o Ministro. O edil maiato criticou duramente “essa gente que não tem rosto”, referindo-se à DGEG, enquanto afirmou, referindo-se ao Conselho Metropolitano, que “somos uns fracos, temos de provocar uma reunião com quem manda e pôr ordem no reino”.

Sérgio Humberto, Presidente da Câmara da Trofa, acompanhou o autarca maiato, tendo criticado igualmente este processo: “Somos uns totós. É preciso esperar meses para o Conselho Metropolitano reunir com o Ministro? É demais!”

Emídio Sousa, que presidiu os trabalhos, condenou igualmente a mudança de regras a meio do jogo, tendo afirmado que a reunião está marcada.

A reunião decorreu na última sexta-feira, dia 26 de julho.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top